Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2019

"Turn up Charlie"...

Para início de conversa, comecei a ver esta série por causa do Idris Elba. Adoro o homem, séries e filmes onde ele entre aí estou eu colada a ver. Então a série "Turn Up Charlie" é muito divertida pois é uma comédia. Tem personagens muito interessantes como por exemplo, Piper Perabo, JJ Feild e sinceramente não sei o nome da miúda que é uma castiça. Não vou contar do que se trata, apenas vendo o trailer vão perceber como é engraçada e divertida. Escusado será dizer que vi num abrir e fechar de olhos todos os episódios disponíveis. Não sei se haverá mais episódios, mas gostava muito que houvesse sinceramente, é uma série leve e divertida e os episódios não são muito compridos nem chatos.

"A viela da duquesa" de Sveva Casati Modignani...

"Itália, início do século xx. Uma série de circunstâncias dramáticas aproxima duas jovens mulheres numa amizade improvável; uma é a condessa Josepha Paravicini, austríaca e recém-viúva do príncipe Enrico de Castiglia, a outra é Teresa Avigliano, uma jovem napolitana de origens humildes, recentemente órfã de mãe.
Entre a Áustria e Itália, o Norte e o Sul, ambas atravessam o século xx, sofrem duas guerras mundiais, vivem os dramas da ditadura fascista e os tempos difíceis da reconstrução, mas sobretudo ousam amar e inventar a esperança num período em que a hostilidade e o desespero dominam. Em A Viela da Duquesa, Sveva Casati Modignani entrelaça elegantemente as histórias destas duas mulheres corajosas e das suas famílias, construindo assim um mosaico assombroso do século xx."


É incrível a capacidade que a escritora Sveva Casati Modignani tem de nunca me desiludir. Cada livro que leio dela fico a admirar mais a mulher. Os seus livros apesar de parecerem grandes, são de uma leitura …

Factos...

*Adoro gelados mas evito comer pois dá-me uma sede desgraçada.
*O mesmo se aplica às cerejas, aqui não adoro mas se comer fico sempre com muita sede, logo já nem como.
*Comida sem sal nenhum, não muito obrigada.
*Não gosto de excesso de sol, nem de chuva.
*Favas também são das poucas coisas que posso afirmar com toda a convicção de que não gosto mesmo.
*Quando as pessoas começam a ficar meias parvinhas eu tenho tendência com o tempo de fazer de conta que elas nem existem sequer.
*Detesto ouvir o pessoal a lamentar-se de coisas superficiais, sem valor nenhum.
*Tenho uma "farmácia" de remédios em casa admirável, acho que nem alguns centros de saúde têm tanta coisa.
 *Amo m&m's e tenho na minha secretária um dispensador deles que o meu sobrinho trouxe da viagem que fez a Londres, é a minha desgraça.
*Esta semana pedi na clínica uma cópia das últimas análises, ou seja, as do mês de Março e a médica manda-me um mapa com análises de 2016, estou a ver que o médico vai amar amanha an…

Música do dia...

É impossível...

Não me seguro de pé de tão cansada que estou. Estou toda entupida e com umas dores de cabeça por causa das alergias, não existe anti-histamínico que me salve, nem bombas da asma, nada de nada. Sinto um cansaço fora do normal. E sono? Nem se fala, já há muito tempo que não me sentia assim. Hoje como não tinha que cozinhar, acordei cedo para tomar a medicação, fazer a cama, troquei de roupa, fiz a minha higiene pessoal e quando dei por mim já estava deitada outra vez em cima da cama feita e dormi até me virem acordar para ir almoçar. Ao fim de almoço... que hoje foi bem mais tarde... fui para o meu cantinho na varanda onde gosto de estar a apanhar o arzinho e o sol, quando dei por mim já estava deitada e a dormir e assim fiquei até agora, como estou sozinha em casa não tenho ninguém para me condenar e dizer que devo de estar a ficar maluca em ir dormir para a varanda, mas não tenho culpa adormeci. Agora estou aqui a escrever isto e a olhar aqui para a cama ao lado e a pensar em me sentar na ca…

Temas que gosto de ouvir para refletir...

Gosto de ouvir a Monja Coen, não que siga o budismo, mas gosto dos temas que ela desenvolve e que me deixam a refletir bastante no assunto. Este tema em especial. Muita gente vive a vida preocupada com o que os outros pensam de nós. Aqui em casa fui muitas vezes chamada à atenção com o famoso "vê lá o que fazes nunca ninguém falou de mim não quero que comecem agora"esta frase era típica do meu pai. Pelas almas como se eu fosse pessoa de levar a vida no fim da corda. Sempre fui sossegada e disse-lhe "vives muito preocupado com o que os outros podem ou não pensar sobre ti mas queres saber eles não querem saber de ti para nada, têm a vida deles e vivem a vida deles não a tua" a partir do dia que lhe disse isto, não voltou a dizer mais nada. Aceitava sim que me chamasse à atenção se eu fosse uma pessoa com hábitos pouco normais, agora tendo a vida simples que tenho, nesse aspeto não aceitei, nem aceito que me diga o que quer que seja. É meu pai tenho respeito por ele e a part…

"Operação fronteira"...

Bem e que filme. Quando pensava que tudo até ia correr bem, eis que tudo da uma grande volta. É um filme americano com muita ação e suspense. Tem um elenco fantástico, Ben Affleck, Oscar Isaac , Charlie Hunnam , Garrett Hedlund  e Pedro Pascal.
Conta-nos a história de um grupo de amigos ex-soldados de operações especiais que resolvem reunir-se e planear um assalto a um dos maiores chefes do crime da América do sul.  É bastante interessante pois leva-nos a pensar que por vezes o excesso de ganância pode alterar os nossos planos e chega mesmo a ser o  nosso fim. Gostei imenso do filme, não fosse ele um filme com muita ação e muita "confusão". Vale a pena, pelo menos a para mim a conclusão final esta muito explicita e fantástica, mais uma liçãozinha para a  vida.

Alguém entende esta gente...

Se sais é porque andas sempre a sair, não paras em casa, blá blá blá. Se não sais, podias sair e ir tomar um café, porque estas sempre em casa. Sinceramente já nem tenho paciência, nem vontade de aturar estas coisas. "Se não é do cu é das calças" têm sempre que vir dar a sua opinião e chatear-me sem necessidade nenhuma. Eu bem sei que isto é uma porcariazinha de nada, mas ultimamente irrita-me profundamente, parecem a pide sempre a controlar, vai na volta ainda pensam que tenho 10 anos, não vejo outra justificação.

Big Little Lies...

Comecei a ver esta série por causa do elenco. E a verdade é que devorei a primeira temporada, num abrir e fechar de olhos. É uma série que retrata muitos dos problemas da nossa sociedade. Estou a gostar imenso, é lógico que não vou contar a série, mas posso adiantar que o fim da primeira temporada surpreendeu-me bastante, lá esta uma prova de que quando as pessoas querem, esquecem as diferenças e unem-se em prol de algo. Estou ansiosa pela segunda temporada.

"O nome da Rosa" de Umberto Eco...

"Um estudioso descobre casualmente a tradução francesa de um manuscrito do século XIV: o autor é um monge beneditino alemão, Adso de Melk, que narra, já em idade avançada, uma perturbante aventura da sua adolescência, vivida ao lado de um franciscano inglês, Guilherme de Baskerville. Estamos em 1327. Numa abadia beneditina reúnem-se os teólogos de João XXII e os do Imperador. O objecto da discussão é a pregação dos Franciscanos, que chamam a igreja à pobreza evangélica e, implicitamente, à renúncia ao poder temporal. Guilherme de Baskerville, tendo chegado com Adso pouco antes das duas delegações, encontra-se subitamente envolvido numa verdadeira história policial. Um monge morreu misteriosamente, mas este é apenas o primeiro dos sete cadáveres que irão transtornar a comunidade durante sete dias. Guilherme recebe o encargo de investigar esses prováveis crimes. O encontro entre os teólogos fracassa, mas não a investigação do nosso Sherlock Holmes da Idade Média, atento decifrador …

Existe gente que abusa da minha paciência...

Mas abusam "à grande e à francesa" como eu digo. O problema é que eu sou uma jovem que ainda respiro fundo muitas vezes, já não é como antigamente que me saltava a tampa de hora a hora. Agora é mais esporádico, mas quando salta, salta e ontem foi o dia. Mas o que me chateou mesmo foi ter sido por e-mail, a minha vontade era ter sido pelo telefone... caso me tivessem atendido... porque presencial fica um bocado longe. E então "emocionei-me" fortemente, tão emocionada que estava que quase que furava o teclado a escrever com a fúria que tinha em mim e atrás de mim apareceu o meu pai e disse "ei lá estas a escrever uma mensagem ou que?"e eu só respondi "pai por favor agora não, daqui a cinco minutos a gente fala" não fosse perder o foco do momento de fúria que me estava a dar. Mas que resultou, resultou. Cambada de mal-amados a quererem tirar dinheiro por todos os lados a uma pessoa.

Fico possuída...

Quando estou a ler um livro, ou a ver um filme/série e uma alma qualquer resolve armar-se em espertinha e pumba começa a contar o final. As vezes chega a dar-me vontade de esganar a pessoa logo, naquele momento. Outras vezes ainda consigo mandar a pessoa ir dar uma volta bem grande antes de contar o que quer que seja. Então estou a ver-me "lixada" não era bem este termo que queria usar mas à frente... a ler "o nome da Rosa" de Umberto Eco, porque o raio das letras são pequeninas e existe muito latim lá para o meio e estes dia veio uma alma falar-me do filme e pronto escangalhou-se todo para me dizer de que estavam a morrer os monges e eu disse "vá, chega pelas almas fique caladinho que eu quero ler o livro até ao fim se não se importa". Pelas almas, uma coisa era se eu perguntasse outra coisa é vir "cagar-me" desculpem o termo...a solução do enigma. Fiquei tão furiosa, que nem sei o que me apetecia fazer/dizer, acabei por me calar por respeito ao sen…

Sobre os fins de semana...

Passas a semana inteira a desejar o fim de semana... só para não teres que ir para os tratamentos. Quando ele chega a única coisa que sentes é cansaço e saturação. Agora tenho o sábado e domingo livres e para que? Para me sentir cansada, em baixo e chega mesmo a raspar no chateada. Ao sábado acordo de rastos por causa do tratamento da noite anterior, mesmo assim tenho que me levantar cedo, ir enfeitar, ir às compras, fazer os recados todos, depois de tudo isso tenho que limpar a casa, depois fazer o jantar e arrumar tudo. Ao fim do jantar já estou quase a suplicar pela cama, já mal me seguro de pé. Ontem enquanto andava deitada no chão a aspirar debaixo das camas só pensava... realmente tomar conta de uma casa é tudo menos bonito, tanta coisa para fazer e eu estou tão cansada que aquele simples momento de estar deitada a aspirar debaixo da cama, quase que me dava vontade de adormecer. Assim se passa o sábado. E ao domingo é acordar, arranjar-me e cozinhar no fim de tudo, volta a arrumar. Que v…

Faz hoje 23 anos...

Que a minha vida virou de pernas para o ar. Por acaso à 23 anos atrás era sexta-feira também. Lembro-me tão bem daquele dia, que chega a dar arrepios só de pensar. A partir daquele dia a minha vida nunca mais foi a mesma, nunca mais. Perdi o resto da minha infância, mal vivi a minha adolescência e fui "obrigada" a tornar-me adulta mais depressa, aprendi a enfrentar medos, lágrimas, dores e muito sofrimento. Ainda hoje o faço mas de uma forma diferente, praticamente em silêncio. Tudo mudou. Não só para mim, mas para os meus pais e irmão também. Naquela altura ninguém falava no dia da mulher, ironia do destino descobri esse dia exatamente no hospital, onde entrei e só sai para ser transferida para outro, onde estive durante 3 meses e mais uns dias. A partir daí começou a minha luta. Uma insuficiência renal crônica em fase terminal, que me trouxe mais uns quantos problemas de saúde novos. Esse é um dos grandes problemas desta doença, traz sempre mais problemas. Muitas vezes tento imaginar …

Aquele sentimento estranho...

Ontem, como muitas vezes no Facebook escrevi um comentário a uma notícia, expus o meu ponto de vista. Apesar de ter tido várias pessoas que colocaram um gosto no meu comentário, houve uma que me respondeu. E respondeu-me de tal forma "agressiva" que eu confesso que fiquei a sentir-me mal, até porque não tinha escrito nada demais no comentário e achei aquela resposta exagerada. Tão exagerada que nem pensei duas vezes, apaguei o comentário no mesmo momento. Eu não escrevi nada de mal, mas aquela resposta mexeu comigo pela maneira bruta como foi dada. Geralmente não me deixo afetar por estas coisas, mas ontem afetou-me, deixou-me um pouco indisposta e nervosa, vejam lá, alguém que eu não conheço de lado nenhum, ter tido essa capacidade sobre mim, é uma obra de arte. Tenho tanta pena de não me lembrar do nome da artista do comentário, a sério que tenho, mas a verdade é que não me lembro mesmo. Vejam só o estado infeliz que eu fiquei para nem do nome da pessoa me lembrar. Isto serviu de …

Séries que ando a ver...

Killing Eve
Comecei a ver esta série ontem e a verdade é que já vi 3 episódios e a coisa esta a tornar-se interessante. A assassina é perita, não se lhe pode negar, além de ter "jeito" tem um ar engraçado para uma assassina em série. Estou a gostar imenso de ver no que vai dar. Esta a ficar cada vez mais interessante.


Justice
Esta série é a primeira dos Emirados Árabes. É baseada numa família de um advogado famosos em que a filha mais velha segue a careira do pai. Já vi a primeira temporada e adorei. Agora é esperar pela segunda temporada, só espero que não demore muito a chegar, porque estou a gostar imenso de ver esta série.


Sobre o carnaval...

Por acaso não sou moça de achar grande piada ao carnaval. Acho muito engraçadas as matrafonas, não posso negar e a originalidade de alguns fatos agora ir para o carnaval e ainda por cima com disfarce, isso não. Costumo dizer que já ando disfarçada o ano inteiro, ora de boa disposição, ora de má disposição, ou mais branca, mais amarela, com mais olheiras, com ar de zombie, como podem ver ando o ano inteiro a "brincar" ao carnaval.

Não sou uma pessoa muito dada a experiências...

... porque regra geral, sai sempre alguma coisa mal. Esta semana quando fui ao médico perguntou-me se algum dia tinha parado aquele remédio em especifico e como me tinha sentido. Faço ideia a minha cara, pois se houve coisa que nunca me passou pela mente foi parar o remédio em questão, porque ele tinha dito, que seria para sempre a toma do mesmo. Mas assim de repente ele mencionou que eu poderia experimentar um dia a ver a reação, de preferência um dia que estivesse por casa. O dia foi ontem, não tomei o santo do remédio e pensei "isto um dia uma pessoa nem vai notar, na volta experimento amanha que é domingo e estou por casa". Pois era, mas para exemplo já me bastou ontem, sabem aquela sensação de cansaço permanente, sem qualquer força, sem o mínimo de vitalidade sem nada, como se tivesse passado um camião por cima de mim e o engraçado sem  ter feito grande coisa durante todo o dia. Vai daí que eram 21:45 e resolvi ir deitar-me porque não aguentava as dores em todo o corpo, não m…

Olá Março...

Sê bem-vindo. Vou confessar-te que estou um pouco receosa com a tua chegada, existem uma série de decisões a nível de saúde que têm que ser tomadas e a verdade é que estou com algum medo. Mas mesmo assim acredito que vais ser um bom mês. Como em todos os meses peço o costume, paz, sossego, calma, sorrisos e muita esperança. Aconteça o que tiver que acontecer este mês sê meigo comigo e dá-me força para enfrentar todos os momentos menos bons que possas trazer. Anda daí e vem fazer-me mais feliz com os teus raios de sol.

Tenho saudades de alguns blogues...

É verdade as vezes fico a pensar o que será feito da menina do blogue x ou do y. E fico a relembrar as visitas que fazia, alguns ainda existem mas deixaram de escrever, outros foram apagados. Houve uma época em que a interação entre blogues era enorme. "Conheci" pessoal muito bom, adorava as aventuras que escreviam, que partilhavam. Tenho saudades dessas pessoas mesmo não as conhecendo pessoalmente, criei uma espécie de carinho por elas. Quando "desaparecem" fico com a sensação de que me falta algo. É incrível que mesmo com o passar dos anos eu não esqueça os blogues que comecei a ler quando entrei nesta aventura. Aquelas pessoas, aqueles dia-a-dia, os momentos divertidos, os menos bons tudo deixou saudades e muitas vezes penso "o que será feito dela?" e fico a desejar do fundo do meu coração que esteja bem e que esteja feliz.