11 de abril de 2012

Não entendo...

... o prazer que algumas pessoas têm em "calcar" os outros, quem diz "calcar" diz humilhar, falar mal e por aí fora. Muitas foram as vezes que julgava que isso era um acto de crianças ou até mesmo de brincadeiras parvas dos adolescentes, qual o meu estúpido espanto quando me apercebo que existem muitos adultos já com os seus cinquentas e tais e sessentas que usam e abusam de tanto "calcarem" e falarem mal do outros. Ontem passei as 4 horas do tratamento a pensar neste assunto, como é que é possível??? Já tem idade para deixarem-se de birras estúpidas e de más línguas... penso eu.. mas não, infelizmente não, chego mesmo a pensar que são piores do que a canalha, falam de tudo e todos mas não olham para eles próprios, para as merdices que fazem, não isso não, apenas sabem levantar o dedo e apontar aos outros, fico possuída com pessoas assim, fico-lhes com um pó daqueles que nem é bom pensar. E tudo isto porque?... perguntam vocês... porque o sr. A. deve se ter "esticado" na Páscoa e teve que ir fazer tratamento de urgência ao hospital... acontece a qualquer um, mesmo nunca me ter acontecido tal coisa, tenho a plena noção que às vezes pode acontecer sem contarmos... e aconteceu que os três ou quatro espertalhões que também lá andam começaram a dizer que o sr. A. abusa que ele é este, é aquele e mais o outro, fico aborrecida e chateada por se dedicaram a falar tanto de uma pessoa quando ela não está, porque quando ela está calam-se muito caladinhos e nem um ai dizem... triste são o que são, detesto pessoas assim, mesmo sendo bem mais velhas do que eu a minha vontade era que eles acordassem para a vida e ver que andar a fazer a figura que fazem a falar mal deste e daquele é uma coisa muito feia e muito estúpida... enfim existem pessoas que me "ultrapassam" completamente.