30 de abril de 2011

Que puto de vício...

É que já não se lhe pode chamar de mais nada a não ser vício. Então não é que as pessoas aqui da vila tem um vício de me perguntar "então, estas melhorzinha, ai andas a tomar cortizona não andas, nota-se tanto" Hello!!!! Penso eu: se se nota assim tanto porque fazer o raio da pergunta quando as coisas são mais que evidentes. Pelo amor da santa, é que ninguém merece ter que enfardar constantemente com semelhante pergunta, entendem agora o porque de eu cada dia que passa detestar sair de casa, é só pelo simples facto de ter que me controlar e não mandar ninguem para o raio que os parta porque felizmnete eu ainda sou uma moça com educação.

Uma das coisas que eu mais detesto…

É aquelas pessoas que quando não fazemos o que elas querem “botam-se” logo a falar mal de nós pelas costas.
Caramba pá… se têm alguma coisa a dizer que o façam na cara que digam o que tiverem a dizer mas que o digam à pessoa em vez de andar a mandar recados e o que me irrita ainda mais é que quando são confrontadas fazem-se de vitimas e ainda tem a ousadia de usar o sorriso cínico como a querer fazer as pessoas de burras.
Fico cega quando estas cenas acontecem.
E foi o que aconteceu ontem na clínica, com uma mulherzinhaporque chamar aquilo de senhora é dar-lhe muito valor… pensava que toda a gente ia andar com ela ao colo, como não foi o caso amuou e resolveu pôr-se no “piro” para outra clínica, andou um tempo a infernizar-me a cabeça que onde ela andava é que era bom blá blá blá e eu sou pessoa de ficar no sitio onde estou quando não tenho motivos para me por a andar, o que foi o caso, adoro a clínica, adoro o pessoal todo que lá trabalha desde a auxiliares a enfermeiros e médicos como tal fico por lá porque é onde me sinto bem.
Como não dei mais trela ao c…. da mulherzinha ela não tem mais nada encontrou um colega meu da clínica o Sr. Q. e toca a desatar que eu sou esta e aquela e mais a outra, o Sr. Q. chegou contou o sucedido e escusado será dizer que eu passei-me da cabeça e liguei para ela, o que eu não estava a contar era que esta ceninha de merda fosse fazer a minha tampa saltar… e pronto aconteceu aquilo que eu odeio que aconteça, desatei a chorar de tão nervosa que estava. Detesto que estas cenas me aconteçam porque é sinal que o saco já esta tão cheio que eu não aguento mais.
E pronto conversei com o enf. A que é o chefe e com a enf. C e a drª. C e fiquei a sentir-me melhor e mais aliviada e sim eles tem razão quando dizem que eu não posso ligar a gente que não vale nenhuma mesmo.Agora fico a pensar que esta minha explosão também se deve ao facto do cansaço de tudo o que está a acontecer na minha vida, tal como eles disseram.
E pronto este foi um momento de desabafo, a Dr. T. sugeriu que criasse um diário uma vez que eu não gosto de partilhar os meus problemas com a família ou amigos só que eu disse que já tinha um blogue onde volta e meia fazia exactamente isso… desabafar… o que foi o caso de hoje.

29 de abril de 2011

Relativamente ao casamento real...

... verdade seja dita a noiva ia lindissima.








Estava naquela de ficar "desiludida" com o vestido mas não fiquei foi mesmo a babar com tanto bom gosto... um verdadeiro conto de fadas diga-se de passagem... sniff sniff também quero lol estou a brincar.
Tomara que seja muitissimo feliz...!

Parabéns a mim ;o)

Ohh faz favor é um bolinho igual a este para mim... loool


Ahhhh pois é... são 26... vinte e seis... ah ah ah a parte boa são que não se notam nadinha aos olhos de quem não me conhece e me vir na rua nunca vou passar de uma miuda de 18 aninhos ah ah ah... tão piadética que ela é.
Quem diria que a vida iria mudar tanto no espaço de um ano... mas mudou, muitissimo em todos os aspectos.
E pronto se existir alguém algures por aí na blogosfera que faça anos hoje parabéns...
E sim este post foi agendado porque a esta hora ainda estou na caminha a curar a ressaca do tratamento de ontem.
Continuação de um bom dia para todos... beijinho....

;o)

28 de abril de 2011

Eis a lista...

... de presentes de aniversário que gostaria de ter... como é lógico vou ficando pelo querer porque com a sorte que eu tenho recebo tudo menos o que tá na lista lool.






Adoro estas sapatilhas cada vez que as vejo babo para cima delas o preço é que estraga tudo.



E esta pulseirinha da Pandora assim exactamente assim em pretinho e sem mais nadita só assim...




Um 212 pois claro, quem me conhece sabe perfeitamente que sou apaixonadissima por este perfume alias este é o perfume de marca da menina Mary e depois o meu já tá quase a acabar :( ninguem merece lolol.






E estas pulseiritas da Swatch tão lindas, tão riquinhas... é uma em preto para mim se faz favor!





E este e todos os livritos que quiserem porque eu gosto muito de ler e sou muito feliz assim.



... como podem ver tudo coisas acessíveis ao mais simples ser humano e como eu diria tudo merdices que me andam a rodar na tola...


Uma vontade...



Estar ao pé do mar... sentir o barulho das ondas, o cheiro do mar e inspirar a tranquilidade que ele me transmite. Hoje não foi possível faze-lo mas prometo a mim mesma que amanha será dia de o fazer.

27 de abril de 2011

São três.... hoje...




As meninas que fazem aninhos hoje... então é a enf. C. a amiga S. e a tia/madrinha R.


A enf. C. conheci o ano passado, desde então tem, vindo a fazer parte do meu dia a dia além de trabalhar no hospital onde ando trabalha também na clinica onde faço os tratamentos. Faz hoje 30 aninhos, embora pareça uma jovem de 18. É uma profissional fantástica e um ser humano tão querido, tão amavel, é daquele tipo de pessoas que só o sorriso nos enche a alma. É das poucas pessoas que eu adoro profundamente, tenho um enorme carinho por ela tenho a certeza que ira ser minha amiga até ao meu ultimo dia... muitas vezes penso que se não fosse a força e a coragem que ela me dá que não conseguia seguir muito mais em frente, mas ela está ali a ajudar, a incentivar e a dar o seu apoio quer a nivel profissional quer pessoal. Como podem ver gosto muitissimo dela, daí hoje ter falado um bocadinho à cerca dela.


A S. é mais nova que eu 1 ano, andamos na mesma escola, apesar de nunca termos andado no mesmo ano, criamos uma grande amizade e mesmo depois da escola ter acabado, conseguimos manter a nossa amizade. Admiro a S. pela forma ela vive o seu dia a dia. Adoro a S. e ela sabe bem disso que quero que a nossa amizade continue para sempre.


E por ultimo a tia/madrinha R. sei que ela sempre gostou muito de mim por ser a menininha da familia, e claro eu sempre gostei dela por sempre me fazer as vontadinhas todos... pois claro lol. O tempo encarregou-se de nos colocar em caminhos diferentes e cada uma seguiu o seu dia a dia mas continuamos a conviver com frequencia... no minimo uma vez por semana... existe momentos em que tenho pena dela porque acho que deveria de lutar mais pelo que quer, pelo que deseja. No final do ano passado a quando da minha recaida, foi a unica tia que desatou a chorar ao pé de mim, repetindo sempre que gostava muito de mim e que ia rezar muito por mim... tenho tão presente esse momento que cada vez que me lembro dele só me apetece chorar... e quando a vejo muitas vezes tenho vontade de a abraçar e de lhe mostrar que a vida é muito mais do que aquilo que ela vê, mas não sou capaz de o fazer por medo e/ou receio.


Enfim... três pessoas... três das mulheres que fazem parte da minha vida fazem aninhos no mesmo dia... então para elas e para todas os outros aniversariantes deste dia...


Parabéns!




26 de abril de 2011

Eis a questão...

Porque é que o A. cada vez que me vê fica vermelho e quando fala comigo atrapalha-se todo??? É que toda a gente me dá "um treino" desgraçado por causa disso, já para não falar que no meio de tanta gente ele vem sempre direitinho a mim... se tu não fosses tão velho eu até te piscava o olho, mas como não é o caso temos pena.

25 de abril de 2011

Aiiii aiiii aiiii...

Tu não te convences que tens de caminhar, mas tens de o fazer, pegas-te certinho uma semana e depois puff lá se foi a vontade toda pelo ar. Mas tenho que o fazer pelo meu proprio bem, está porcaria da medicação e o não fazer nada esta a deixar-me horrivelmente mais gorda e eu não estou a achar piada nenhuma à coisa, não mesmo. A única hipotese mesmo é dar a volta à alimentação, e começar a caminhar e a subir escadas como gente grande.
Preciso mesmo de baixar de peso para o bem da minha saúde e da minha pessoa mas está coisa de não poder ingerir liquidos corta-me logo a vontade de fazer o que quer que seja porque me dá uma sede desgraçada. Estou lixada com a minha vida, lixada, cansada e irritada... mas que tenho que arranjar maneira de mudar esta merdinha de vida lá isso tenho e tem que começar em força já amanha, sem faltinha nenhum. E menina Mary deixa-te de merdas a dizer fica para o dia a seguir e assim consequentemente porque quando assim é nunca mais faço nada fico sempre na mesma burrice.... ninguém merece.



Relativamente ao Portugal tem talento...

... só tenho uma coisa a dizer...


DESILUSÃO...


Pelo amor da santa havia gente com talentos bem mais interessantes do que o que venceu, mas aquilo tem algum jeito... que pariu ninguém merece... enfim é o país que temos.

25 de Abril...



Lembro-me de quando era mais nova, das confusão e adrenalina que era o dia 25 de Abril aqui ao pé de casa. De manha cedinho começavam as provas de atletismo divididas por idade, depois seguia-se um almoço nos jardins tipo piquenique para as pessoas que moravam mais longe, ora eu como moro aqui ao lado vinha sempre almoçar a casa. De tarde existiam vários tipos de jogos tradicionais quer para os mais novos quer para os mais velhos e claro havia sempre um jogo de futebol de casados contra solteiros, era uma rebaldaria jeitosa de claques aos berros pela sua equipa, era uma competição bastante saudável e engraçada de se ver e no fim do dia entregava-se os prémios da provas de atletismo… medalhas ou taças sempre acompanhados de cravos.
A rua ficava tão cheia mas tão cheia que até a pé era quase impossível circular.
Hoje estava na varanda apreciar o tempo e dei conta de que de ano para ano as tradições estão a desaparecer, o que era antigamente e o que está a ser agora, quase não aparece ninguém, são poucas as crianças e os adultos a participarem nas actividades e até a parte dos jogos tradicionais já nem existe sequer.
Recordei com saudade e nostalgia aqueles fantásticos tempos em que eu fui criança e ansiava sempre por este dia… mas tudo se vai acabando aos poucos… o que é triste e se lamenta profundamente.



1 ano de tiiiii....



E eu sou muito feliz por tu estares comigo e eu contigo.
Cada dia que passa sou mais apaixonada por ti, lamento não ter olhado para ti mais cedo.
Mas agora que estamos juntos ninguém nos vai separar, e sim vamos ficar juntos para sempre.... tu e eu... eu e tu.... eu nunca te vou trair eu juro-te agora cabe a ti fazeres o mesmo comigo e nunca por favor nunca me deixes ficar mal...
És das poucas coisas que eu amo na vida e vou continuar a amar...

Eh eh eh ;o)

24 de abril de 2011

Hmmm...



É das poucas coisas que me atraem na Páscoa, o pão de ló. Regra geral não sou esquesita costumo de gostar de qualquer pão de ló, mas existe sempre uma enorme preferência pelo da Império, no Porto...
Hmmmmm adoravel, bom bom demais.
Então se me dão licencinha vou ali empanturrar-me de pão de ló porque não ligo a mais nada.

Boa Páscoa...

Desejo a todos que tenham uma excelente Páscoa.
Aproveito também para desejar um optimo fim de semana prolongado, aproveitem ao máximo e divirtam-se muito.
Beijinho enorme cheio de carinho para todos ;o)


21 de abril de 2011

E o meu Porto segue em frente...


Ahhhh pois é o meu Porto sempre a deixar-me muito feliz... muito mesmo.
Já aqui disse que sou do Porto, que tenho muito orgulho nisso e o mais importante de tudo respeito os gostos das outras pessoas, não sou daquele tipo de pessoas que só tem "palas" para a frente que nem os burros, mas infelizmente conheço muita gente assim... infelizmente.

E lá está é normal dizer que adorei que o dito slb fica-se perdido pelo caminho... sim sim adorei principalmente por ser sido o meu Porto a fazer esse trabalhito loooooooool.


20 de abril de 2011

Toma que é para aprenderes...

No domingo quando fui à Sport Zone com o meu irmão ver a bicicleta para o meu sobrinho/afilhado, às tantas estava apenas eu e o miúdo ao pé da caixa onde tem os porta moedas e decorreu a seguinte conversa:




Eu: Aí que carteira bonita, oh B. é uma destas para o aniversário da madrinha sim.
Ele: olhou para mim com grande tromba e disse... oh madrinha assim só por acaso achas que eu tenho filhos do teu tamanho? Era só o que me havia de faltar.
Eu: Ahhhh muito bem, muito obrigadinho então ha-des ca vir ha-des.




Além de que toda a gente que estava na fila para pagar ficou à gargalhada com a conversa. Uma pessoa da tudo pelo sobrinho/afilhado e ele pimba dá logo uma resposta de cortar pela raíz... tá bem tá, para a próxima estas caladinha que é o melhor.

19 de abril de 2011

Eu quero este livro!

E não me venham dizer que uma menina não deve ler estas coisas porque isso a mim não me interessa para nada. Essas coisas do parecer mal comigo já eram, isso não me interessa para nada e como "Querer é Poder" eu quero, posso e vou ler... mai nada!




"O que é que um homem pode fazer quando oito anos de um casamento sólido e feliz culminam num divórcio amargo e litigioso? Como é que um homem assim pode redescobrir a sua virilidade, depois de anos de serões culturais, workshops de culinária e tardes de fim-de-semana passados às compras com a mulher? Só há uma solução: Beber, jogar e… bom, divertirse o mais possível. Bob Sullivan era um marido fiel e dedicado até ter sido bruscamente abandonado pela mulher. Farto de ser o bom da fita, Bob decide gastar o dinheiro que lhe sobra (entre as contas do advogado e a pensão de alimentos) a viajar pelo mundo, a divertir-se e a dar cabo de alguns neurónios. Deixa a sua casa em Nova Iorque para ir beber até cair para o lado, na Irlanda, jogar dia e noite nos melhores (e piores!) casinos, em Las Vegas, e deliciar-se com os prazeres (não culinários) da carne na Tailândia. Depois de uma vida inteira a ser responsável, seguro e previsível, Bob decide entregar-se às suas fantasias mais loucas. Afinal, qual de nós nunca sonhou entrar num concurso de atirar facas à porta de um pub em Dublin? E o que poderá ser mais excitante do que ganhar uma fortuna num jogo de cartas para a perder logo a seguir com uma aposta completamente descabida num jogo de futebol? E quem sabe que prazeres se poderão desvendar numa cabana tropical nas profundezas de uma floresta tailandesa? Beber, Jogar, F*der é uma narrativa surpreendente, cheia de humor e deveras inspiradora, que revela como as mais profundas transformações espirituais também podem advir de comportamentos menos espirituais"

Recordações...





Está prestes a fazer anos... que dançamos, sorrimos, abraçamos e beijamos ao som desta música.



Lembro-me tão bem de quando a cantavas para mim e sorrias.
Sempre que me lembro desse momento, recordo como fui tão feliz, como eu tinha tanta certeza que ia ser para sempre... mas infelizmente não foi.



Hoje apenas fica a lembrança e o desejo que o tempo voltasse ao que foi, mas como não é possivel fica a doce lembraça do quanto eu te amei e ao mesmo tempo o tanto que sofri.


18 de abril de 2011

É uma questão de teste...

Andava eu algures pelo site da Sapo Mulher, quando me dou com um teste "Que tipo de beijo é o seu?" ora bem, eu não sou lá muito pessoa de fazer testes e esse tipo de coisa, mas uma vez que tinha aberto a pagina resolvi fazer o teste...

E eis a resposta:



Ah pois claro... sim sim é isso tudo, gostei particularmente da parte onde diz também sabe liderar momentos mais quentes e fogosos... então não... qualquer pessoa sabe fazer isso, mas sinto-me muito mais realizada por um teste me dizer tal coisa, atrevo-me a dizer que até estou emocionada... aí vai-me à loja e traz-me o troco



Sou uma moça com muita "sorte"...

... diga-se de passagem.

Então era suposto na operação de sexta superficializar e dilatar a veia, e o que é que aconteceu? perguntam vocês.

Pois bem só fizeram metade do trabalho, ou seja, só dilataram... o resto fica para uma proxima, sim porque eu até não tenho mais nada que fazer a não ser andar enfiada em blocos operatorios e depois anadar com o braço todo pisado e empenado que nem um drogadita, é que está porcaria para recuperar é do pior são umas dores horriveis mesmo, já para não falar na cara de paspalhice das pessoas quando olham para mim.

Enfim, um dia destes passo-me da cabeça mesmo, e aí tenho a certeza que nunca mais se vão esquecer de fazer o trabalho por completo em vez de andarem aqui a brincar com uma pessoa. Era mais que motivo para pedir uma indemnização looooooololol... estou a brincar pois claro ;)

16 de abril de 2011

De volta... de...

Mais uma intervenção cirugica, desta vez ao braço, para superficializar e dilatar as veias. Agora mal posso mexer o braço esquerdo, além de todo pisado... preto mesmo... está muito inchado e gelado. Vamos lá ver como corre, se é desta que fica tudo direitinho, pelo menos o sacrificio e as dores que são muitas tragam bons resultados.

Entretanto estes dias no hospital deixaram-me a pensar em tanta coisa, que na realidade fiquei bastante triste, bastante em baixo, apesar de não demontrar perante os outros... como já vem a ser costume. Sinto-me cansada, por causa de tudo e confusa com tanta coisa a acontecer.

O que mais desejava neste momento era ir para bem longe e sozinha... mas infelizmente isso não é possível, resta-me dar de caras com tudo o que não quero e me faz sofrer. Desejo que tenham um excelente fim de semana, vou preparar as coisinhas porque daqui a pouco é hora de tratamento. Beijinho enorme a todos e bom fim de semana.

15 de abril de 2011

Gosto de ti...

Pela amizade que nos une... pelas gargalhadas que damos em conjunto... por todos os momentos em que a boa disposição é sempre o nosso auge. Gostava que esta amizade contiuasse para todo o sempre, porque te adoro muitissimo, porque me deixas um enorme sorriso e porque me consegues ajudar nos momentos em que a vida nem sempre corre da melhor maneira. Obrigado por tudo que tens sido e és para mim. Beijinho enorme desta amiga que te adora muitissimo e lá está meu querido a nossa frase "os si carino si a ti te gusta a mi me encanta" loooooooool

Adoro-te Tiago ;)

13 de abril de 2011

Cenas de feira…

Hoje a minha mãe cismou que queria ir à feira e pronto lá fui eu leva-la. Sinceramente não é das coisas que gosto de fazer andar a caminhar para trás e para a frente e ouvir as pessoas a berrar por todos os cantos, já para não falar em confusões… coisa que eu detesto. Paramos numa banca de fruta para comprar morangos, tínhamos duas pessoas à frente e entretanto chegaram mais duas atrás de nós. A senhora da banca disse que a restante fruta poderiam ser as próprias pessoas a pegar, mas que os morangos era ela que enchia para as pessoas não terem a lata de andarem a “apalpar” os morangos todos. Então, estávamos como toda a gente na fila à espera e eis que chega uma senhora para aí com os seus sessenta anos, toda lampeira, pega nas sacas e pimba a encher os morangos maiores a escolher nas caixas todos, a senhora da frutaria simpaticamente disse “oh meu amor os moranguinhos sou eu que meto nas saquinhas, o resto podem ser vocês mas os morangos não” a senhora a falar e a outra nem uma nem duas sempre a remexer tudo, até que a senhora da fruta se passou da cabeça e disse “é uma falta de respeito eu estou a falar com a senhora e a senhora não me liga nenhuma e depois tem aqui gente à sua frente não é chegar aqui e passar à frente dos outros” A velha não tem mais nada toda arrogante pega na saca e despeja os morangos todos assim e bruta e disse “já não levo nada” e virou-se para a outra senhora que estava com ela e disse “vamos, vamos embora que daqui não levo mais nada, era só o que me havia de faltar ter que esperar”. Alem de ter ficado com ar de estúpida… eu e as outras pessoas… a olhar para a cena ainda me saiu um discurso bonito, “ahhh bom, sua majestade não pode esperar, se fosse dona da banca enfiava-lhe a saca no meio dos olhos, mete-me semelhante nojo este tipo de pessoas com a mania das grandezas” e pronto será escusado dizer que se começaram todos a rir com o meu ar de quem não gostou nada da cena. Quando penso que o ser humano esta de dia para dia a evoluir deparo-me com estas cenas tristes que me fazem pensar seriamente que em vez de evoluir muita gente está pior que o caranguejo a andar para trás. Que tristeza tão grande… é vergonhoso mesmo.

12 de abril de 2011

Vocês mandem internar-me...



Pelas almas do espírito santo… não que hoje está musica não me sai da cabeça. Aos anos que eu já não ouvia tal coisa, e apareceu assim do nada como se tivesse caído de para quedas. Tá bonita tá… é que eu agora ando sempre a cantar isto… a situação tem vindo a agravar-se se não estou a chorar sai canções deste géneroestar caladinha que é bom é que não vejo jeitos.

Hoje, estou capaz...


... de comer todo o chocolate negro deste e do outro mundo... já à algum tempo que não me pegava estes desejos tão fortes. Eu e o chocolate temos um relação de amor e de odio... então é assim, até o comer e enquanto o como, amo-o profundamente, depois de o ter comido, vem o odio, o peso na consciência e aquela tpica frase "tens que emagrecer rapariga" enfim... é tão complicado lidar com estas coisas lolol.

10 de abril de 2011

Fiquei tão f... mas tão f....

Deve de haver alguma alminha que deve ter os cornos muitos grandes muito mesmo. Tirei o carro da garagem e coloquei no estacionamento em frente à casa, que se diga esta zona só é muito movimentada à semana por causa do infantário, ao fim de semana é uma paz. Existe bastante estacionamento, mas terem a puta da lata de me riscarem o carro, que ninguém me f... a alma porque foi pura maldade pura, pura mesmo. Primeiro a rua é enorme, o parque para estacionar também é, como tal teroria que foi sem crer tá fora de questão. Eu só espero que a alminha que fez isto... não me perguntem porque, porque eu posso ser muito má mas nunca, nunca fiz mal a ninguém.... bata com os cornos em cheio na parede para ver se deixa de ter tanta maldade dentro daquela p.... daquela cabeça. É o que é, ninguém merece uma coisa destas, caramba nunca fiz mal a ninguém para merecer isto. Sinto-me revoltada acreditem, se eu chego a descobrir quem fez semelhante merda... vou ser muito mal educada com essa pessoa, e que se dê por feliz de não lhe partir a tromba. Estou com uma camada de nervos que nem posso.

8 de abril de 2011

Amizades que merecem destaque…

Hoje vou falar-vos do D. um amigo do coração, daqueles que adoro e venero profundamente. A nossa amizade começou à 6/7 anos, mais coisa menos coisa, no inicio foi chamada de mais uma amizade, mas com o tempo e com o conviver vim a descobrir que é muito mais do que isso, é como se cada um de nós transportasse os segredos do outro. Quer sejam bons ou maus, todos os momentos são partilhados entre nós, não existe dia em que não peguemos um com o outro nem que seja só por uma simples sms. Confio plenamente no D. por todos e mais alguns motivos, porque é uma pessoa que faz parte do meu dia a dia, porque tem a coragem de me chamar à atenção quando é necessário como também tem a destreza de me elogiar quando é o caso disso.Vivemos relativamente longe, mas sempre que temos oportunidade aproveitamos para colocar a conversa e a brincadeira num frente a frente. Adoro o D. sempre soube o valor da nossa amizade, mas no dia em que o vi a entrar no hospital para me ir visitar, confesso que só não chorei por vergonha, mas o meu coração ficou tão reconfortante e iluminado por ver que é nos maus momentos que ficamos mesmo a ver quais são os verdadeiros amigos. Apesar de passar a vida a dar-te cabo da cabeça… na brincadeirinha… adoro-te muito e adoro imenso a nossa amizade, se existe coisa que me atrevo a pedir ao Ser Superior é que a nossa amizade permaneça para sempre assim tão boa como é.

Aqui o som do fim de semana... é...


Pois é...

Está uma música bem divertida, diga-se de passagem.

E mais é bem verdade que o que faz falta é animar a malta.

Oh oh se faz ;)

Bom fim de semana para todos... beijoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo ;)

7 de abril de 2011

Coincidência ou Destino?

Aqui à tempos uma amigo reencaminhou a Mensagem de Luz semanal da Alexandra Solnado. As tantas comecei a achar engraçado uma vez que os temas desenvolvidos eram interessantes, cheguei mesmo a ler uns livros da Alexandra Solnado. Não posso dizer que sou uma pessoa que acredita a 100% em tudo o que a Senhora diz/escreve. Mas existe muita coisa que me deixam pensativas.Por vezes, a mensagem da semana vez com um tema com o qual eu tenho algum problema, como foi o caso de hoje. Já não é a primeira vez que digo aqui no blogue que me sinto muito cansada, que tudo o que tem acontecido tem dado cabo de mim. Pois bem o tema de hoje é exactamente o Cansaço… e ao fim de ler este texto só consegui ter esta pergunta na cabeça.


Coincidência ou destino?


CANSAÇO

"O cansaço é um sinal. Ou estás no caminho errado, ou andas demasiado depressa no caminho certo. O importante é centrares-te. Seja para reorientar o teu caminho ou a velocidade da caminhada, o importante é centrares-te. Parar. Não ter medo de parar. Parar várias vezes, a várias alturas, para respirar. Para respirar e sentir o agora. Quem está no caminho errado, como não sente o caminho, só quer chegar. Quem anda demasiado depressa, como não consegue sentir o caminho devido à velocidade, só quer chegar. Quem está no caminho errado, quando chega, tem a maior das desilusões, porque o destino não vale o mal-estar do caminho percorrido. Pudera, num caminho errado até o destino é errado. Quem anda demasiado depressa, pura e simplesmente não consegue chegar ao destino, porque cai antes. Como vês, seja qual for o teu caso, a caminhada não é satisfatória. E quando a caminhada não é satisfatória, o melhor é parar. Parar. Respirar. Ficar. E cuidar do agora, centrar-se no agora, para que amanhã as pernas tenham mais energia para aproveitar cada passo do caminho que falta."

O LIVRO DA LUZ – Pergunte, O Céu Responde de Alexandra Solnado

6 de abril de 2011

Abril… sempre foi o meu mês...


Espantem-se de eu dizer que vou entrar a caminho dos 26….ah ah ah mais pá frentinha sim… e começo já no inicio do mês a tentar entender se o novo numero que se segue vai enfiar-me juízo na cabecinha.

No inicio sim, penso que terei que me tornar mais responsável, cada vez mais adulta e cada vez menos javarda… sim é exactamente essa a palavra correcta.

O que acaba por acontecer que no aniversário quer na passagem de ano é que faço psicologicamente uma lista de ideias que desejo tornar realidade, no inicio pego-lhe direitinho e as tantas pufff já nem sei perfeitamente o que tinha em mente porque começo a entrar na javardice.

Pronto é isso… cheguei à conslusão que se nunca mudei não será agora que irei mudar looolol….

Mas pronto Abril é Abril e eu amo Abril de paixão ;)

Por aqui a palavra de ordem é.... caminhar...


Pois sim, está muito bem.


Não é que a médica ontem só não me berrou porque eu olhei para ela com aquele ar de quem a tava a mandar à volta... repetiu milhentas vezes "tens de caminhar... para fortalecer o teu ritmo cardiaco, o teu coração tá aqui tá a parar... tens de caminhar... caminhar todos os dias de manha e à noite de preferência". Escusado será dizer que a minha mãe hoje arrastou-me de manha para ir caminhar... ah não, ninguém merece depois dos tratamentos de ontem à noite, estar pior do que ter sido espancada, mal me segurar de pé e ainda ter que ir caminhar. Estou irritada, porque estou que mal me seguro de pé... ah paneleirice está de ter que andar a caminhar... tenho dito!


4 de abril de 2011

Saudações Portistas ;)


Mais um título... e cada vez a emoção é maior... um dia destes ainda enfarto a ver um jogo destes lol. Escusado será dizer que estou muito muito feliz pelo meu Porto, pois é claro. E vá eu não vou bater no ceguinho por causa da falta de fair play. Saudações a todos os Portistas... e não Portistas também... vá lá que eu sou boa miúda ;)