29 de abril de 2016

Ahhh pois é...


31 aninhos já cá estão... quem diria, a parte boa é que não se nota muito lool


28 de abril de 2016

Mary a desmancha prazeres...

Então na terça-feira quando acabei de ler o livro 6 da guerra dos tronos fiquei assim um bocadinho confusa porque uma personagem que tinha morrido apareceu do nada assim novamente, então perguntei "oh enfermeira D. o que aconteceu à sua Catelyn?".
A enfermeira diz "ah morreu" e eu logo "ah não morreu não esta viva, vivinha."
"Não pode ser ela morreu no casamento vermelho" diz ela enquanto se dirigia até a mim, eu eu continuei "também eu pensei isso mas estou a acabar de ler que ela esta viva olhe venha ver".
Ela lá veio ler e depois diz "esta bonito esta".
Vem o enfermeiro J. e eu e ela perguntamos "olhe o que aconteceu à sua Catelyn"?
""Então morreu no casamento vermelho" e nós as duas começamos "ah não olhe que ela esta viva, diz aqui no livro que ela esta viva apesar de não falar e de ter o cabelo branco ela esta viva" passado um minuto diz o enfermeiro "ahh não é à toa que eu vi na apresentação da sexta temporada ela aparecer" e eu "ah pois é".
Quem é que virou  logo a  históriazinha nas vossas cabeças de pernas para o ar?
Eu, pois claro.
Já esta mais do que provado que eu sou mesmo uma desmancha prazeres.

27 de abril de 2016

"A glória dos traidores" de George R. R. Martin...


"O bafo cruel e impiedoso do Inverno já se sente. Quando Jon Snow consegue regressar à Muralha, perseguido pelos antigos companheiros do Povo Livre, não sabe o que irá encontrar nem como será recebido pelos seus irmãos da Patrulha da Noite. Só tem uma certeza: há coisas bem piores do que a hoste de selvagens a aproximarem-se pela floresta assombrada."


Até que enfim que acabei este livro, estava difícil.
Como viram num post anterior, tinha mencionado que estava a ser um pouco difícil para mim retomar a guerra dos tronos, mas depois lá consegui continuar e acabei o 6º livro.
Entretanto consegui motivar-me e estou outra vez viciada.
Eu tinha parado de ver a série porque estava a ultrapassar a leitura e eu prefiro sempre ler e depois é que vejo a série ou o filme.
Estou a gostar bastante do Jon Snow e do seu papel.
No que diz respeito à Daenerys estou a ficar um bocado cansada da personagem dela, eu sei que a "coisa" vai mudar é o que vale.
Tenho que mencionar que o Jaime Lannister subiu uns pontinhos na minha consideração por ter soltado a Arya e o Tyrion.
Eu sei que isto não se diz mas adorei a morte do Joffrey, é que já estava a ganhar semelhante cisma ao moço por ele ser tão mau, que cheguei mesmo a ter vontade de lhe apertar o pescoço.
Estou bastante curiosa sobre o futuro da Arya, da Sansa e do Tyrion.
Que venha o 7º livro. 

26 de abril de 2016

22 de abril de 2016

A minha mãe "mata-me"...

Hoje quis que eu fosse com ela à consulta de ortopedia por causa do ombro que tinha sido operada.
Diz o médico "então dona A. como esta?"
E diz ela "ah estou bem doutor melhorzinha, mas sabe o que eu acho, que tenho o braço mais curto"
Note-se que neste momento os meus olhos encheram-se de lágrimas e eu e o doutor desatamos à gargalhada, como se tivessemos ensaiado antes.
Diz o doutor "ah dona A. você podia queixar-se de tudo e mais alguma coisa mas essa do braço mais curto não isso é impossível".
Sai porta fora do consultório ainda a rir-me devido a tanta originalidade da parte da minha mãe.
A verdade é que cá fora ela também se riu diz ela "ah não sei de onde me saiu aquilo vê lá tu bem e tu também escusavas de ter ficado a rir... e ela a rir-se.
Oh pa, foi mais forte do que eu,não estava nada à espera.

21 de abril de 2016

Detesto profundamente...

Quando as pessoas me estão a calcar.
Sem dúvida que é das coisas que mais detesto com todas as minhas forças... as poucas que ainda tenho.
Não gosto que me estejam a espezinhar, a tentar humilhar a fazer seja o que seja, eu sou um ser humano como qualquer um, tenho sentimentos, posso não ser a melhor pessoa do mundo a demonstra-los, porque simplesmente não quero, não pode ser toda a gente daquele gênero de andar aos beijinhos e abracinhos, a chamar, amor, paixão e essas coisas.
Eu não sou assim.
Vou fazer 31 anos, nunca, fui assim.
Não me parece que agora vá mudar.
Eu não tenho que mudar para agradar ninguém, porque simplesmente não falto ao respeito a ninguém sendo assim como sou.
Eu já disse muitas vezes que não vou mudar a maneira como sou só para agradar a quem quer que seja.
Eu tenho respeito, educação, modos e consideração pelos outros trato bem as pessoas, nunca ninguém teve que vir tocar à campainha por ter tratado alguém com falta de respeito, agora não me podem exigir que ande por aí a chamar querida a qualquer pessoa, muito menos meu amor.
Não vou mudar a maneira como sou, para me tornar uma pessoa falsa, e vazia, que generaliza tudo e todos, nisso é certo, não mudo, ponto final na história.
Quem não estiver bem que se ponha.


19 de abril de 2016

Ainda dizem que eu tenho sorte...

Pelas almas, não à quem aguente com tanto.
Já vos tinha dito que ando numa fase de enxaquecas terríveis, descobri um remédio ótimo, mas tem um se não, alivia-me as dores sim senhora mas os efeitos são horríveis, ou seja, fico com dificuldade em respirar, muito enjoada, com tonturas e por aí fora, é mais ou menos 1 horinha de efeitos muito maus,  mas ao fim desses efeitos vai a enxaqueca à vida.
Tudo isto faz com que eu não possa tomar o dito remédio sempre que me aparece a dor de cabeça forte, tento só tomar em último recurso mesmo, foi exatamente esta a condição em que o doutor me deixa tomar este remédio.
Não estou a escrever nada o remédio é o Zomig Rapimelt 2.5mg.
Como se não me bastasse estes meus maus humores, ainda tenho que levar com o T. que esta chateado.
Não sei o que ele tem, ainda à pouco mandei mensagem e a única coisa que ele me responde é que temos que falar mas que agora não, melhor dizendo ontem à noite não, agora não.
Por mim tudo ok, quando ele quiser falar que fale e se não quiser falar, que não fale.
Tenho a minha cabecinha a explodir de tantas dores, não vou começar a "sofrer" por antecedência, nem pensar nisso. 

18 de abril de 2016

Adorei a consideração...

Por acaso foi das coisas que mais me chamaram à atenção.
A minha família sabe que eu faço tratamentos, à segunda, terça, quinta e sábados à noite e que acabam por volta das 22h.
Estes dias vieram deixar 2 convites para comunhões.
Uma é ao domingo, tudo bem, sem problemas, a outra é à quinta.
A minha tia perguntou à nora, que é da quinta se ia ser almoço e jantar, porque devia de informar-me por causa do tratamento e ela disse-lhe "ahh não sei, depois no dia resolvesse".
Veio deixar aqui o convite em casa e não deixou nem resposta, nem recado sobre o jantar.
Se fosse informada a tempo, mudava o tratamento de quinta-feira, como ninguém diz nada, vou manter tudo na mesma, o que sinceramente para mim é muito melhor, detesto grandes mudanças,e também posso baixar o valor do dinheiro que ia dar de prenda.
Mas "adorei" mesmo a consideração que tiveram para comigo, tipo um tanto fez como tanto faz.

15 de abril de 2016

Piada do dia...


Vê só se pode... não vás trabalhar não.



14 de abril de 2016

Gente assim, não vale nada...

Tem um senhor que anda lá na clinica que não passa de um mesquinho deprimente.
Orgulha-se imenso de passar a vida a infernizar a vida do vizinho.
O suposto vizinho esta a fazer umas obras em casa e esse colega acha que ele não deve de fazer obras porque ele simplesmente não quer, não quer que ele faça barulho... veja-se que o vizinho cumpre os horário de trabalho, segundo  o que o tal colega diz.
O que eu sinto quando o tal meu colega fala é raiva, inveja.
Deve ser deprimente viver assim passar a vida a fazer queixas, a chamar a polícia e ainda por cima vir gabar-se do que faz, que não tem sentido nenhum, mas pior do que isto tudo é o que ele diz "eu faço queixa porque não quero barulho porque preciso de descansar durante o dia".
Que infeliz mesquinho que o homem é, é fazerem o favor de pararem o mundo porque sua excelência não quer barulho durante o dia porque quer descansar.
É tão deprimente que no outro dia disse que ia pedir um atestado médico a dizer que tinha que descansar durante o dia... como diz uma pessoa que eu conheço, sim pita.
Que miséria que é a cabecinha de algumas pessoas.

12 de abril de 2016

"House of cards"...


Uma pessoa começa  a ver uma série e de um momento para o outro encontra-se viciada.
Foi o que aconteceu com esta série House of Cards, no inicio... para aí os primeiros 15 minutos... torci um bocadinho o nariz e depois olha só estava bem quando tinha oportunidade de ver um episódio... outro e outro.
Acontece que acabaram os episódios disponíveis.
Agora temos que esperar que coloquem a quarta temporada... vê se pode, uma pessoa fica viciada na coisa e depois de um momento par o outro acabam-se os episódios. 
Não me recordo de nenhum trabalho onde entrou o Kevin Spacey, mas a verdade é que o fulano faz um papelão desgraçado.
Assim de repente também não me recordo de ter visto nada feito pela Robin Wright que interpreta a mulher de Frank a Claire, só me ocorre escrever, que mulher do caraças.
Tive uma certa "pena" o fim do Corey Stoll que interpretava o Peter Russo.
E adoro o papel do Michael Kelly, que faz de Doug Stamper, simplesmente fenomenal, o fulano tem uma inteligência formidável. 
Enfim, agora olha é aguardar novos episódios.

11 de abril de 2016

Eu posso até perdoar, mas nunca esqueço...

E as vezes penso que mais valia eu esquecer em vez de perdoar.
Isto já aconteceu em várias vezes na minha vida.
Nunca consigo perdoar a 100%, não consigo simplesmente.
Vai existir sempre alguma coisa que fica a "bater" na cabeça tipo um "se eu soubesse".
No meu último trabalho, andava a fazer umas folhas, tipo folhas de serviço com todo o material existente de forma a ser mais fácil para os colegas que andavam nas obras selecionar o material que gastavam, porque o que acontecia muitas vezes nas folhas de serviço era nós o pessoal do escritório não perceber nada do que lá vinha escrito e assim com a folhinha eles só tinha que assinalar o material e colocar a quantidade, ou seja, ia facilitar o trabalho de todos, dos das obras e nosso no escritório.
O meu trabalho de fazer essa folha estava mesmo na fase final, só faltava uns retoques, quando eu fiquei doente.
Apenas faltava dar um mini ajuste e imprimir.
Qual o meu espanto quando uma vez me pedem para ir ao escritório por causa de um computador e vejo a minha folha a ser entregue pelos colegas das obras e existe algum que diz "olha a ideia fixe que a M... a outra colega de trabalho fez, teve uma ideia fantástica".
Ela olhou para mim com aquele ar de convencida e naquele preciso momento eu soube que ela não valia nada de nada.
Apoderou-se do meu trabalho, da minha ideia e não teve a sensatez de assumir que não tinha sido ela a ter aquela ideia nem a coragem de dizer que não foi ela que fez.
Senti raiva, tive vontade de lhe dar duas palmadas bem dadas naquela cara, mas não controlei-me, sorri, e jurei a mim mesma nunca mais na minha vida lhe iria dar qualquer crédito, qualquer oportunidade que fosse de me voltar a afetar.
Bem me diziam que ela não valia nada.
Eu só não quis acreditar.
Depois disso e de muito mais que me contaram que aconteceu simplesmente cortei com a relação.
Todos os dias tento esquecer coisas que aconteceram na minha vida, mas simplesmente não consigo, as vezes até penso que é bom não esquecer que assim pelo menos ando atenta para que não me voltem a calcar. 

8 de abril de 2016

Eu sou daquelas pessoas...

Que querem ter as coisas e o dinheiro e isso é impossível.
Mas pronto parece que com a idade cada vez fico pior... ah ah ah ah.
Nada feito.

7 de abril de 2016

Olha lá santinha eu...

Se soubessem a quantidade de vezes que me dizem santinha e Deus te salve, quase que até parece uma anedota.
Mas melhor do que tudo isto é que quando espirro, é as 6 e 8 vezes seguidas.
Pois quem me conhece deixa eu desfilar os meus espirros todos e depois é que diz o santinha ou o Deus te salve, já quem não conhece arrisca-se a estar ali a repetir a ladainha toda até eu acabar a cena.
E depois existem os engraçadinhos que dizem hoje não à circo que a ursa constipou, eu é mais por aí, acredito que das três hipóteses o santinha, o Deus te salve e o não à circo que a ursa constipou, esta última é a que fica mais apropriada à minha pessoa.

4 de abril de 2016

"Operação eye in the sky"...



Procurei a apresentação em Português mas não encontrei

Um dia destes vi a apresentação deste filme e decidi que queria ir ver.
Tudo o que tenha terrorismo e esses temas fazem parte dos itens de escolha quer seja em livros, quer seja em filme... tenho um certo "fascino" por esses temas.
Fui ontem à tarde ver, gostei imenso do filme, já o T. não partilha da mesma opinião, diz que é muito calmo, e como é lógico adormeceu durante o filme.   
Se podia haver um bocadinho mais de ação? Sim podia, não ficava nada mal mas mesmo assim gostei muito do filme, ia contar aqui umas partes preferidas mas não vou contar se não revelo o filme. 

3 de abril de 2016

Não esta a ser fácil...

Voltei a pegar nos livros da Guerra dos Tronos, mas não sei o que se passa que me esta a custar bastante ler.
Não sei se é por eu andar mais cansada, com muitas dores de cabeça, enxaquecas mesmo, mas não estou a conseguir seguir em frente com o livro, já pensei em começar outro sobre outro tema qualquer, mas como já comecei este geralmente tenho tendencia a acabar o que comecei.
Ahhh esta mesmo difícil para estes lados.
Já agora alguém conhece algum remédio para as enxaquecas? E não vale dizer o Migraleve, porque já não existe nem o Migrétil porque já tomei e não faz nada.