31 de março de 2013

Boa Pascoa...


Desejo que continuem a ter uma boa Pascoa... beijinhos para todos

27 de março de 2013

"Rendida" de Sylvia Day...




"Gideon Cross apareceu na minha vida como uma luz na escuridão.
Um homem lindo, fascinante, um pouco louco e muito sedutor.
A atração que sentia por ele era diferente de tudo o que tinha experimentado na minha vida até então. Eu desejava-o como a uma droga que me enfraquecia dia após dia.
Gideon encontrou-me fragilizada e carente e entrou facilmente na minha vida.
Descobri que também ele tinha os seus próprios demónios. Tornámo-nos o espelho um do outro; éramos o reflexo das nossas mais profundas cicatrizes e… desejos.
Este amor transformou-me, mesmo que ainda hoje continue a rezar para que os pesadelos do passado não voltem para nos atormentar."

Bem quando comecei a ler o livro só me lembrava da trilogia das Cinquenta Sombras, mas depois com o passar das páginas comecei a entrar na história. É muito parecida com as Cinquenta Sombras mas tem alguns itens mais desenvolvidos, mais aprofundados. Por enquanto estou a gostar e confesso que fiquei curiosa para saber que rumo vai a história tomar e como vai acabar, mas para isso vou ter que ler os outros dois livros. É um livro que se lê muito bem, tem uma leitura fácil e rápida, é bom para passar o tempo, que é o que eu faço nos tratamentos.

26 de março de 2013

Música do dia...

Não há duas sem três...

E se eu este mês já cai duas vezes aguarda-se uma terceira vez. Tenho os joelhos pisados e cheios de dores, afinal vendo bem as coisas mais vale cair de joelhos do que de cabeça, vendo bem mais vale... óptimo mesmo era não cair mas pronto, não se pode ter tudo. O meu pai diz que eu ando a dormir para andar sempre aos tombos, muito engraçadinho sim senhor...

25 de março de 2013

22 de março de 2013

Mudança de ares...


Mudei aqui os ares ao blog, pus em tons mais primaveris mesmo estando um rico dia de Outono ,o)... então gostam???


P.S: alguém me ensina a fazer aqueles fundos personalizados???

Livro a ler # 31...



"Em Eva Luna, Isabel Allende recupera o seu país através da memória e da imaginação. Eva, a cativante protagonista da narrativa, constitui um nostálgico alter ego da autora, pois também ela acredita que radica nas histórias o segredo da vida e do mundo. Filha da selva, do analfabetismo e da pobreza, Eva luta tenazmente por conquistar o seu espaço no mundo, sem nunca perder o encanto feminino.
Nesta obra, marcada por um profundo humanismo, Isabel Allende consegue fundir o destino individual com o coletivo através de uma fulgurante prosa, confirmando-se como uma das maiores escritoras dos nossos tempos."

Tenho uma certa curiosidade em ler este livro, tenho a ligeira sensação de que vou gostar imenso dele, a ver vamos, como sempre depois deixo cá a minha opinião.

Ai esta selecção...

... que não joga nada parecem uma cambada de monos de um lado para o outro, valha-nos cristo e as almas santas... que até estamos na quaresma e tudo.

21 de março de 2013

Frase do dia # 73...


O que eu não gosto na Primavera...

... das alergias, essas mesmo. É só pó amarelo por todos os cantos, tenho os olhinhos vermelhos, não paro de espirrar... enfim nem tudo na Primavera é perfeito. 

20 de março de 2013

Coisas que me fazem confusão...

... algumas pessoas quererem viver ou mandar na vida dos outros, estão sempre com o "se fosse eu" na boca, é impressionante e chega mesmo a ser muitas vezes desagradável  sinceramente não gosto muito desse tipo de pessoas que só estão bem a meterem-se onde não devem, nem são chamadas.

19 de março de 2013

Sobre o dia do Pai...

Existe tanta coisa que poderia escrever, mas existe muito mais que gostaria de dizer ao meu Pai mas não consigo, falta-me coragem.

"Era uma vez um castelo" de Nora Roberts...


"Cada volume da série Era Uma Vez... é composto por quatro contos de extrema sensibilidade escritos pelas mais famosas e populares autoras norte-americanas da actualidade. Uma antologia que tem o ponto de partida num castelo, uma selecção dirigida pela consagrada Nora Roberts, ela própria autora do primeiro conto. Desta vez o tema comum às quatro narrativas é a existência de um Castelo. E mais uma vez as quatro consagradas autoras vão entrar em competição pelo conto mais fantástico e imaginativo. Decididamente a não perder pelas fãs de Nora Roberts! 
Nora Roberts, Enfeitiçados
Uma mulher de extrema beleza lança um feitiço de amor sobre o homem dos seus sonhos - um feitiço que durará mil anos e dá início a um pesadelo a que só um verdadeiro amor poderá pôr fim. 

Jill Gregory, O Castelo da Perdição
A profecia da cigana anuncia uma paixão, quando o mais improvável dos pares junta as suas forças para derrotar um inominável mal - e de súbito tem de enfrentar os ditames dos seus corações. 

Ruth Ryan Langan, O Ninho do Falcão
Uma jovem norte-americana vai a Inglaterra para salvar um amigo do pai de uma terrível maldição - e recebe uma inesperada ajuda, dada por um espírito de grandes encantos.

Marianne Willman, O Feitiço do Dragão
Com a ajuda de uma feiticeira intrometida, uma jovem e corajosa princesa consegue salvar o seu reino, e pelo caminho conquista o coração de um poderoso guerreiro."


Confesso que quando comecei a ler a primeira história de quatro não achei muita piada, mas assim que passei para a segunda e assim sucessivamente até comecei a gostar. Não é bem o tipo de leitura que estou habituada, tem fantasia a mais, mas pronto lá li o livro até ao fim e posso dizer que no fim dou uma nota positiva ao livro, faz com que a nossa mente viagem pelas histórias... valeu a pena ,o)

18 de março de 2013

Estou com um cansaço estranho...

Já ando assim à dias, mas dia para dia sinto-me pior, mais cansada. Não sei o que se esta a passar mas sinceramente seja o que seja não me esta a agradar muito sinceramente.

15 de março de 2013

13 de março de 2013

Estou indecisa...

Mais dia menos dia vou ter que trocar telemóvel  e ao contrário das outras vezes não sei qual escolher. Ando um pouco inclinada para os xperia da sony tenho ouvido falar bem deles, mas sinceramente não sei, por isso decidi vir cá pedir a vossa ajuda... qual a sugestão que dão???

Frase do dia # 71...


12 de março de 2013

Da falta de bom senso...

Tem se assistido por essa blogosfera fora bate bocas sem sentido. É certo que cada um tem a liberdade de dizer/escrever o que quiser, mas no meu ver não existe necessidade de chegarem a ofender quem quer que seja, dá a sensação que algumas pessoas não sabem o que é ter limites e despejam tudo sem mais nem menos não sendo capazes de parar um minuto e pensar que podem magoar alguém. "Eu sou o/a maior" é triste ver este tipo de atitudes em algumas pessoas, é de lamentar sinceramente. Será que as pessoas ainda não se perceberam que existe espaço para toda a gente no mundo dos blogs e por aí fora???

11 de março de 2013

Do fanatismo à estupidez...

Toda a gente quer numa ou em outra fase da vida já teve a sua paixoneta por um cantor ou até mesmo actor, agora o que deu ontem nas notícias na SIC foi algo muito mais à frente. Então uma miúda com 15 anos tem 6 tatuagens do tal Justin Bieber... a minha pergunta é a seguinte... onde estas os pais desta miúda ??? Quem são os pais que deixam miúdas menores de idade irem acampar dias antes de um concerto??? A mim soa-me um pouco esquisito não estava a ver os meus pais a deixarem-me fazer tal coisa, sinceramente acho um exagero, completamente mesmo, a sensação que ficamos ao ver a reportagem é que aquelas miúdas não tem pais em casa, que fazem o que querem e o que bem lhes apetece. Quanto à miúda das tatuagens, isso passa-te filhinha e digo-te mais, se fosses minha filha jamais em tempo algum tinhas tido tempo para pensar em fazer tal estupidez isso garanto-te, comigo ias aprender o que é ter 15 anos a sério. 

Frase do dia # 70...


8 de março de 2013

Das minhas lembranças # 2...

Faz precisamente hoje 17 anos...
17 anos que entrei pela primeira vez na urgência de um hospital e mal imaginava que tão cedo não saia de lá e que a minha vida nunca mais seria a mesma. 
Lembro-me como se fosse hoje, era uma sexta-feira, andava no 5º ano e tínhamos ido a uma visita de estudo ao Parque Biológico de Vila Nova de Gaia. Naquela tarde ao entrar na estufa senti-me mal prestes a desmaiar mas não liguei nenhuma a única coisa que me atormentava era a sede, só tinha sede. Quando cheguei a casa estava super inchada e os meus pais não hesitaram em levar-me para a urgência, a partir desse dia começou o tormento que me segue até hoje insuficiência renal crónica em fase terminal... mais para a frente conto-vos pormenores... Todos os anos nesta data fico triste, deprimida só me questiono "o que foi que eu fiz para merecer isto, o que?" e nunca tenho uma resposta... nunca...

Feliz dia da mulher...

... que não seja só hoje o nosso dia mas sim todos os dias...
Beijinho enorme para todas

6 de março de 2013

Factos...

... não sou uma pessoa muito dada a livros com excesso de fantasia, não me capta, não sei é esquisito parece que leio, leio e não estou a absorver nada. 

Frase do dia # 69...


5 de março de 2013

Música do dia...

"Todas as palavras de amor" de Ana Casaca...



"Numa viagem em busca de si mesma, Alice escreve a primeira de muitas cartas a um grande amor. Não imagina que, na morada para onde envia as cartas, vive António, um homem que nunca viu. O homem recebe a primeira carta e as palavras daquela mulher que também não conhece, confrontam-no com aquilo de que sempre fugira.
Alice é uma mulher divorciada à procura do seu próprio rumo. António é um padre que, nunca ousou trilhar o caminho do amor. Todas as Palavras de Amor é um romance que começa com a surpresa de um engano. Depois, em páginas de uma escrita fulgurante, aprendemos que um engano talvez seja a melhor forma de modificar duas vidas para sempre.
"


Se querem que seja sincera não foi um livro que me conquistou, na minha opinião é quase uma história sem grande sentido, quando comecei a ler só me fazia lembrar o livro "comer, orar e amar" tinha muitos aspectos iguais. Enfim talvez este livro não tenha grande interesse para mim por não ser muito romântica, só vejo essa explicação.

Frase do dia # 68...


2 de março de 2013

No mundo das urgências...

... vê-se tanta coisa que as vezes faz doer a alma. Ontem tive que voltar a ir à urgência à noite e como se não bastasse eu estar tão em baixo, ainda vim embora com menos dores é certo mas bem pior. Dói ver o desprezo que muitas famílias têm pelos seus velhinhos, a maneira como os tratam, a ignorância como se fossem piores do que animais, isto dói, deprime, faz chorar, faz-me ficar chocada. Como é possível existir gente assim? Quem me dera acreditar que tudo o que vi foi apenas uma visão mas não foi real bem real e tudo isto aliado as minhas dores foi a receita ideal para me tirar o sono toda a  madrugada. Cada vez que me sinto assim, penso que tenho que fazer mais pelos meus pais, não quero que eles sofram como aqueles que vi sofrerem pelo desprezo da família  quero sim que os meus pais tenham a certeza que eu estou ali pronta a ajuda-los no que puder, com carinho, amor e respeito, quero que envelheçam minimamente felizes ao meu lado. 

1 de março de 2013