30 de novembro de 2011

Frase do dia # 4...

"Deseje o que deseja, independentemente de pensar se o pode obter"

Robert Fritz


P.S: Sem qualquer tipo de comentário possivel da minha parte a acrescentar a está frase.

Sobre a meditação...

Aconselharam-me a meditar, a resguardar-me num local sozinha, acender um incenso e uma vela e a colocar o cd com músicas de meditação que a pessoa em questão ofereceu-me. Tenho feito... não é todos os dias tem dias que não estou para aí virada... e sempre que o faço da-me vontade de chorar e choro feita crente, depois dou por mim a pensar o porque de isso me acontecer, a ideia não era ajudar a "acalmar"??? Ou será que a minha forma de acalmar no fim de contas é a chorar??? Sinceramente não sei, lá vou eu continuar a fazer o que o enfermeiro me sugeriu "meditar Mary, sempre que possas, sempre, sempre, deixa-te levar" eu deixar deixo só que de tanto chorar depois fico com o nariz tapado e ranhosa o dia todo... mas vou continuar, primeiro porque eu confio nesse enfermeiro e segundo ele melhor do que ninguem sabe o que eu preciso e certamente deve saber que eu preciso de deixar de dar uma de dura e tal, e chorar desalmadamente.

28 de novembro de 2011

Gosto desta miúda...

Acho a Fernanda Souza, uma mulher muito bonita, já foram vários os trabalhos dela que acompanhei, mas aqui á uns dias vi na net umas entrevistas dela e fiquei a gostar ainda mais dela como pessoa, demonstrou ser bem simples e bastante humana... coisa rara nas mulheres e homens nos dias de hoje... pelo menos é a minha opinião.

Conversa do M. o taxista...

Então um destes dias á noite na volta do tratamento o tema de conversa foi... prostitutas... quatro homens no carro e eu sozinha no meio deles, cheguei à conclusão que se esqueciam que eu ia ali até eu me manifestar... blá blá blá que elas isto aquilo e mais o outro, cada um deu a sua opinião, contaram que os amigos fizeram, porque nem dos quatro nunca foram... tá bem tá, fiquei eu a pensar ainda no outro dia o sr. F. disse "ah e tal quando se está num estrangeiro e coisa e tal um homem tem que ter a sua vida" e os outros também que não me lixem que eu bem vi a cara deles de aflitos quandos se tocou no tema... vai dai o M... o taxista... diz que nunca transportou nenhuma, que teve um cliente que lhe dava o dobro do dinheiro para a ir buscar e deixar em casa do cliente e a voltar a colocar no sitio mas ele não quis, começou logo "o que é que as pessoas vão pensar?" e eu respondi "que você é taxista não? vai dai começa ele com um discurso onde diz que casal que é casal tem que andar sempre junto nem que seja para ir ao dentista, ao médico, as compras ou á missa, que assim as pessoas vêm que andam juntos e já não comentam "olha a mulher de fulano anda sozinha" e segundo ele assim não se põem a pensar e a dizer coisas, vai dai o M. diz que anda sempre com a mulher porque quer que os outros não falem mal, eu estupida e bruta como sou só eu sou perguntei "desculpe lá você parou no tempo, ficou burro de vez ou está com algum problema mental??? Desde quando é que a nossa vida particular diz respeito aos outros e desde quando o que os outros dizem de nós nos interessa para alguma coisa? A vida é sua não é de mais ninguém" dito isto ficou feito pastel a olhar para mim, com ar de burro.. só lhe faltava as orelhas... e disse "mas o que os outros pensam de mim e da minha mulher é importante tenho uma imagem a manter, sou taxista lá da freguesia, pertenço ao club das pombas, também já foi... sim ele diz eu foi em qualquer situação não usa o eu fui... na politica da freguesia, vou á missa ás vezer quando á catequese para ver se a minha mulher está lá a dar catequese, já viste tenho que ter cuidado porque sou conhecido"... nesto momento ficamos os quatro à gargalhada e ele o taxista mais uma vez com ar de burro e começamos os quatro no gozo "cuidado que ele é muito importante muito muito á uma imagem a manter"... agora digo, rais te parta M. não passas de um morcão homem, toda a gente que é da tua freguesia me diz o mesmo "se lhe pedires um favor é capaz de fazer, mas é um espalha merda de primeira, burro como um calhau, nunca sabe nada de nada mas tem a mania que sabe", pois bem tive vontade de lhe dizer que era isto que as pessoas da freguesia onde ele mora... que eu por acaso conheço lá bastante gente... e onde ele acha que tem uma imagem a manter pensam que ele é assim, mas pensei que ficar caladinha e ficar só eu a saber disso era bem mais divertido.

Possa, que tá frio lá fora...

... até me faz doer a alma... Deus me livre... e logo hoje em que eu ia ter uma manha divertida a subir e descer degraus, pois sim tá bem com este frio é que nem vale a pena eu por o narizinho fora da porta, porque se eu já ando semi constipada, apanho uma gripe daquelas de caixão á cova e é tudo o que eu não preciso no momento, assim o que eu precisava era a lareira acesa, mas esquece lá a ideia Mary, porque ainda é muito cedo para a ligar... foi o que a minha mãe me respondeu... como tal hiberno no quarto até a acenderem, porque aqui sim está-se bem quentinha e enquanto isso dá para fazer aqui umas coisitas na net que têm que ser feitas.

27 de novembro de 2011

Ah ah ah post para maiores de 18...

Eis uma pérola de uma das nossas revistas cor de rosa.

"Chama-me gorda e chata... estou casada há dez anos mas não sou feliz. O meu marido chama-me gorda, chata e nunca perde a oportunidade para dizer que ainda irá arranjar uma loura, o sonho da vida dele. Ora eu sou morena e em nada correspondo aquilo que ele gosta. Ajuda-me a conseguir suportar tanta agressão."


Pois a srª psicologa pôs-se a dar muito blá blá blá, enquanto se fosse eu daria uma dica simples, pinte o cabelo de louro mulher se é isso que ele quer era isso que ele ia ter... loooololol via que deixava logo de lhe chamar nomes. Entretanto se fosse eu que estivesse no seu lugar dava-lhe um enxerto de porrada bem dado e ele perdia logo as esquesitices todas de uma vez por todos... como diz o meu afilhado txiça penico que a mulher tá brava, ah pois é.

O miudo sempre foi o meu orgulho...

... e cada vez é mais, ontem ficou em segundo lugar no campeonato nacional de taekwondo foi apenas o segundo campeonato em que ele participou. Últimamente tenho andado um bocado para o furiosa com tudo, mas hoje de manha o miudo pos-me em lágrima veio a correr chegou ao pé de mim tirou a medalha do pescoço abraçou-se a mim... como já não fazia à tanto tempo... e disse "vês madrinha consegui fiz o que tu disses-te e consegui, mas olha na final fui roubado o treinado e toda a gente disse e eu sei que tu não pudes-te ir porque tinhas que ir ao tratamento eu sei que se estivesses lá passavas-te um bocadinho com os arbitros e o juri como fizes-te da outra vês e assim eles já não me roubavam" ... aqui tive vontade de rir, porque pensei "bem estou a ver que eu faço parte do nucleo do taekwondo mas na vertente de me passar fortemente com os arbitros e juri"...verdade seja dita que fiquei em lágrimas a olhar para o miudo, posso as vezes não demonstrar mas só Deus sabe o quanto ele é importante para mim mesmo quando às vezes me chateia a cabeça.

26 de novembro de 2011

Sobre dar um tempo...

Se não me falha a memória a S. do blog as minha pequenas coisas, lançou um dia destes um post sobre este tema, lembra-me que li os comentários e as opiniões foram variadas. Pois bem, eu sou da opinião que quando é necessário um tempo numa relação, esse tempo, deve ser dado... eu mesma já o pedir apesar de ter estado vários minutos a argumentar o porque da minha decisão, no final de contas a pessoa em questão das duas três ou não sabe o que é dar um tempo ou fez de conta que não entendeu e eu estive simplesmente vários minutos a falar para a central. Já falei nesse assunto, primeira e segunda vez, sempre que toco no assunto a resposta vai pelos caminhos do "ahhh e tal" e acaba por não se concretizar. Só Deus sabe, o como eu ando, farta e cansada disto tudo, como eu quero e preciso de um tempo só para mim, que eu não sou como muitas das outras raparigas, que andam sempre em cima dos namorados, detesto aqueles nomezinhos que chamam uns aos outros, detesto que uma relação crie uma rotina, sabado é dia de sair...no meio do desastre da minha vida graças a deus que ao sabado à noite tenho tratamentos se não ficava tola, domingo é dia de sair, mas por que raio é que eu tenho que sair, porque raio é que eu tenho que estar com aquela pessoa só porque é sabado ou domingo e é dia de sair... porque???? Porque??? Eu não gosto eu não sou assim, eu tenho os meus problemas, tenho que os enfrentar sozinha... porque eu assim quero, enfrentar sozinha... mas algumas pessoas não compreendem isso... depois detesto que me encostem entre a espada e a parede com actos ou palavras. Teria muito para dizer à cerca disto, mas resumindo e concluindo eu quero, eu preciso de estar sozinha, e por muito esforço que eu faça a outra pessoa em questão não compreende isso e acaba por me irritar profundamente, porque eu estou a pedir um tempo para mim, por mim e não para me envolver com outra pessoa, é assim tão dificil de compreender que nem todos somos iguais, que cada um de nós tem necessidades diferentes e que eu faço parte do grupo de pessoas com necessidades diferentes e especificas, e que se continuo a ser encostada à parede como estou a ser as coisas vão acabar muitissimo mal e vou acabar por explodir e aí sim vai ser um tempo para sempre, porque não houve nem existiu outra opção... Ufff tá tudo dito, tudo o que eu precisava de escrever/desabafar. Alguma alminha consegue compreender-me???

Aqui a naba pede ajuda...

Quero colocar o logotipo do POSTCROSSING 2011 aqui na barrinha de lado, mas aqui a menina não sabe, por acaso, existe alguma alma virtual capaz de ajudar euzinha a fazer tal coisa??? Simmm boa, eu até sou boa rapariga... apesar de hoje estar com um feitio do caralho... hmmm e eu até mereço a vossa ajudita vá lá simmm... por favorrrrrrr!!!!!

25 de novembro de 2011

Frase do dia # 3...

"Eu gosto de viver, já me senti ferozmente, desesperadamente, agudamente infeliz, dilacerada pelo sofrimento, mas através de tudo ainda sei com absoluta certeza que estar viva é sensacional"

(Agatha Christie)




Comentário:

Nem que seja por pouco tempo (detesto esta cena dos espaçamentos, quando o computador resolve travar uma batalha comigo eu já nem sequer estou para me chatear, como é o caso destes espaçamentos todos)

E depois, tem dias assim...

... em que até acordei relativamente bem disposta, mas quando fui levantar os meus exames e abri os envelopes com os resultados a boa disposição, o sorriso desaparecem num instante e apenas fica instalado o silêncio, a vontade de querer chorar e não poder... por ter a mãe ao lado... a vontade de rasgar aquilo tudo e não ter que mostrar a nenhum médico, porque já sei o que vão dizer, o querer fugir e o desaparecer e refugiar-me apenas numa pessoa que em tempos odiei profundamente, porque como por magia hoje telefonou-me logo hoje... sim, porque eu não tenho o número dessa pessoa, diz que com o tempo me dará... que eu precisava de alguém para me distrair, coincidência ou destino não sei mas últimamente essa pessoa anda a acertar nos dias em eu preciso de falar com alguém. Nunca pensei que a pessoa que mais amei neste mundo e que depois me fez sofrer tanto, me fez odia-lo profundamente ao fim destes anos todos, depois de tudo o que aconteceu consigamos ter uma conversa por telefone, tão calma e agradavel... acho que vou passar a vir a ser surpreendida pela pessoa em questão, negativamente certamente não será porque pior do que já foi não será mais certamente.

24 de novembro de 2011

Ando numa de ser MEIGA mas...

... só no que diz respeito ao verniz looolol. Pois é estou a usar o verniz meiga da cliché, tá giro estou a gostar, tenho que andar mais vezes assim com as unhas pintadas de tons fortes tem uma certa piada lolol fica giro lol... estou cheia de euforia mas daqui a 1 horita vai a eurofia toda com o caraças porque hoje é dia de tratamento. Pois bem a imagem é da MISS VERNIZ, encontrei uma imagem dela com este verniz e resolvi partilhar com vocês, para quem ainda não conhece o blog dela façam o favor de clicar no link vão adorar vão ver.

Frase do dia # 2...

"A bondade que nasce do cansaço de sofrer é um horror pior do que o sofrimento."

(Cesare Pavese)



Comentário:

Não existe muito a dizer sobre está frase, reflecte e tem muito significado pelo menos para mim, reflecte um bocadinho o que me tem acontecido ao longo dos últimos tempos, dou muitas vezes por mim a querer ser bondosa, uma pessoa melhor, mesmo nos dias em que estou no meu pior estado, porque tenho medo, porque receio que a vida me pregue uma partida e de um dia para o outro tudo possa mudar para pior, daí, no meu dia a dia, nem sempre, porque a maior parte das vezes não consigo, então ultimamente tem sido um cansaço e um martirio desgraçado... tento compensar um bocadinho as pessoas que gosto, nem que seja apenas com boas palavras.

Livro a ler # 3...

"Pode Curar a Sua Vida é o maior best-seller da área do desenvolvimento pessoal e um livro de referência indispensável para todas as pessoas interessadas em ser tudo aquilo que podem — e merecem — ser. A mensagem que transmite é muito simples e não tem segredos: os nossos pensamentos criam as nossas realidades; aquilo em que acreditamos profundamente torna-se realidade para nós. Há mais de vinte e cinco anos que Louise Hay tem vindo a praticar e a ensinar este princípio transformador, que tem ajudado dezenas de milhões de pessoas em todo o mundo a alcançar a felicidade que lhes pertence por direito. Este livro revolucionário e inspirador é uma introdução perfeita à filosofia de Louise Hay, que irá certamente curar — e transformar — a sua vida!"


Ora bem segundo me disseram devo de ler primeiro este livro e só depois o livro "Milagres Modernos" que seleccionei como "O Livro a ler # 2". Aproveito para vos dizer, ou melhor para quem gosta de ler e tem que comprar livros que a Wook.pt está com umas promoções e campanha muito porreiras e como já uma vez referi eles são muito profissionais no que diz respeito ao trabalho que fazem, podem efectuar comprar nesse site à vontade porque eu já o faço à alguns anitos e além de ser super bem atendida nunca tive qualquer tipo de problemas.

23 de novembro de 2011

Frase do dia # 1...

"O maior prazer de uma mulher inteligente é bancar a idiota diante de um idiota que banca o inteligente."



Comentário...
Tão real, tão verdadeira, digamos que seria uma das frase que se enquadra muito bem na minha personalidade, gosto, adoro, dar uma de burra e de idiota... (também não estou a dizer que sou assim muitissimo inteligente não vá alguém sentir-se ofendido como anda tudo lamechas com a época natalicia) satisfaz-me ver a cara de nabice e superioridade de algumas pessoas que tem a PDM até ao céu.

Reclamações # 1...



Senhores da Optimus,


Estou fartinha, pela ponta dos cabelos de ouvir/ver a vossa publicidade, bem sei que a publicidade é um optimo meio de atingir aqui o pessoal, mas lá está às vezes o feitiço vira-se contra o feiticeiro e em vez do pessoal achar piada à Optimus começa a ganhar uma espécie de odiozinho de estimação e sempre que começam a cantar o pessoal troca de canal ou então diz "oh por favor pelas almas". Pensava eu que era a única pessoa com este tipo de reacção e ontem no tratamento desde médica a enfermeiros e doentes toda a agente se queixa da mesma coisa, que já chega, que já estão fartos e, como se não bastasse ainda existem concursos na rádio onde o pessoal tem que cantar está música. Enfim, sugestão aqui da minha pessoa uma publicidade mais pequenita era capaz de ser bem mais agradavel aqui para o pessoal... penso eu.

Existem casamentos e casamentos...


E este está bem original, bem giro por sinal, eu cá me lamento por até aos dias de hoje nunca ter ido a um casamento assim com algum pormenor original, engraçado, divertido e até mesmo bonito, como tal acho este video muito castiço mesmo, adoravel.

22 de novembro de 2011

Das minhas desilusões...

Se existe coisa que mais me desilude, é a mania de superioridade, a arrogância e o egoismo de algumas pessoas que em tempos fizeram parte do meu circulo de amigos... melhor amiga. Confesso que muitas vezes senti-me culpada, chorei por causa desse afastamento, fui burra, casmurra, teimosa ao tentar reatar a nossa amizade... que tu foste afastando por mero capricho... mas cheguei à conclusão que tu nunca vais mudar, que esse teu orgulho mesquinho que só vê os defeitos nos outros te vai impedir de olhar bem para ti de cima a baixo e ver que também estás cheia de defeitos, que as tuas manias de riqueza que queres demonstrar perante os outros não são reais, que tu não tens personalidade e que não és capaz de a construir, porque para que isso aconteça temos que primeiro aceitar a nós próprios e depois os outros, e tu não sabes fazer isso, nunca soubeste nem nunca vais saber, porque achas que isso não é preciso para a tua vida, porque vives em função que nunca vais precisar de ninguém e isso é mentira todos precisamos uns dos outros, em tudo na vida... sinto tanto C. que a nossa amizade tenha "acabado" por causas das tuas manias e orgulho triste e mesquinho por eu simplesmente começar a falar com a tua prima, por achares que a tua prima me roubou para o lado dela e isso não é nem nunca foi verdade, podemos ter vários amigos, porque nenhum vai substituir o lugar do outro, mas até está questão tão simples tu não a conheces, não a queres compreender... o que é triste muito triste.

É daquelas músicas...


Que me fazem lembrar o enf. M. talvez por a ter ouvido as primeiras vezes ao pé dele... é daquelas coisas que não se explicam, apenas se sentem, e verdade seja dito eu amo profundamente está música.

Livro a ler # 2...

"Este livro verdadeiramente inspiracional contém testemunhos de leitores de todo o mundo que aplicaram o método Louise Hay a diversas áreas das suas vidas -profissional, financeira, amorosa, familiar, entre outras - e tiveram experiências de transformação profundas, desde curas espontâneas de doenças graves até reconciliações amorosas. Contando as suas histórias comoventes e impresisonantes de crescimento e realização pessoal, estas pessoas revelam o poder transformador da mensagem de confiança, amor e esperança de Louise Hay. Ao longo destas páginas encontrará ainda exercícios e meditações que lhe permitirão começar a transformar também a sua vida."


Acho que vai ser bom para mim ler este livro, ainda por cima foi recomendado por uma pessoa muito querida aqui da blogoesfera. E eu preciso de transformar a minha vida, de a mudar, de arranjar novos incentivos onde me possa "agarrar" para seguir em frente, porque caso continue da forma que isto está, o meu fim de linha está prestes a aparecer e eu vou ter que lutar e aprender a desviar-me dele.

21 de novembro de 2011

Um facto...

Existem pessoas que a vida delas não lhes chega, tem cá um péssimo hábito de se meterem na vida dos outros, hábito, vicio, mania, o que lhe quiserem chamar... arre lá para a cena... e falo de quem perguntam vocês? Do pessoal aqui da vila, pois está claro... fico logo como diz o outro "virada ao contrário".

20 de novembro de 2011

É impressão minha, ou a SIC anda com pressa este ano...

... é que ainda falta mais de um mês para o Natal e a SIC exibiu dois filmes sobre o Natal está tarde. Verdade seja dita que os tempo ultimamente passam assim um bocadinho a correr e a gente acaba quase por não se aperceber, mas por exemplo, cá em casa a época natalicia é declarada a partir do dia 1 de Dezembro e ainda vamos muito a tempo lol, penso eu lol pelo menos para mim que não sou grande apreciadora do Natal... na parte a nivel de consumismo, porque a nivel da história e tradição tenho muito respeitinho por isso...mas o facto de eu não ser apreciadora não significa que eu não cumpra a minha parte em todos os aspectos nos dias de festa, excepto na parte do comes e bebes, dispenso completamente está parte... confesso.

Esta chavalada dos dias de hoje...

Entro em casa da minha tia e um dos meus primitos de 6 anos diz:




Primo: Ei ouve lá tens um casaco igual ao da minha miuda pá.


Eu: Ahh??? Queres o que???
Primo: Não percebes que eu tenho uma miuda lá na escola que é assim fixe e boa e também tem um casaco igual ao teu.
Eu: ... silêncio... vou rir não vou... ah tá bem atão com que então fixe e boa não é?


Primo: Sim mas eu só disse que era fixe e boa porque tem um casaco igual ao teu.
Eu: ... ah ok já entendi o problema é o casaco já estou a ver... e o que queres que eu faça?
Primo: Tu nada mas a ela vou dizer que ela tem um casaco igual ao teu.




Moral da história está cena de haver casacos iguias e esse tipo de coisas atrofiam o miudo todo, que volta que deu à tola do rapaz o facto de conhecer duas pessoas com casacos iguais.... miudos lolol...

Continuação do post anterior...

Vai daí e já não se pode fazer um comentário em outros blogues sobre o assunto do anterior post e cai o carmo e a trindade por eu ter outro tipo de prespectiva e chamar futilidade, paneleirice e merdice quando falo nesse tipo de assuntos... vá pronto não me matem, que eu já sei quais são os blogues em que posso comentar á vontade da forma que quiser sempre com educação como tenho feito sem ter que me preocupar que a seguir vou enfardar com missas e recados... e esta ein!!!!

Sinceramente, tanta estupidez...

Vá podem começara a atirar predras e calhaus mas tenho mesmo que escrever isto.

Já foram várias as vezes em que li em posts, frases e coisas do genero onde fazem questão de dizer "dava um rim por uns sapatos xpto... ou... dava um rim por isto ou por aqui... ou... que não me obrigue a vender um rim para comprar isto ou aquilo" assim por e simplesmente futilidade, paneleirices e merdices de gente que parece que o cerebro parou... fico na dúvida se momentaneamente ou até para sempre.. torna-se simplesmente triste e depressivo que existam pessoas capazes de usar este tipo de expressão por uma coisa tão banal, sabem qual é o problema é que as pessoas que usam esse tipo de expressões, tem saude e não sabem o que é sofre por não ter um rim para poder ter o minimo de qualidade de vida... sim aquele que algumas pessoas dariam por coisas materias e por aí fora. É triste ver o ser humano a usar esse tipo de conversas, é ainda mais triste quando só pensam e são meterialistas e nem se quer tem a capacidade de parar e pensar que existe milhentas pessoas no país que dariam tudo para ter um rim umzinho e mais outras milhentas que sabem que vão acabar os seus dias em tratamentos porque não tem um rim... e entretanto na nossa sociedade espalha-se por aí uma série de vedetas que davam um rim por objectos que trazem um logotipo todo xpto estrageiro simplesmente porque é uma marca muito conhecida. Sinceramente cada dia que passa existe ser humanos que me desiludem profundamente, bem sei que é uma expressão que usam, mas acreditem que quem está na situação que eu estou... e como já disse somos muitissimos... é uma espécie de ofensa e falta de neuronios da parte dessas pessoas... e tenho dito se servir a alguém a carapuça que a enfie, porque não coloquei aqui o nome das pessoas por e simplesmente para ninguem ficar a pensar que os neuronios dessas pessoas foram de férias prolongadas... e não é uma nem duas nem três, este tipo de frases já me veio parar aos olhos várias vezes vindos de diferentes blogues, facebook, etc, etc.

P.S: mais uma vez digo que este post não vai dirigido a ninguém em especial é apenas global e em jeito de desabafo...

19 de novembro de 2011

Sobre a entrevista do Sr. Jeronimo de Sousa...

... no Alta Definição, só tenho a dizer FANTÁSTICA, do melhor mesmo, o homem que sabe o que custa viver, sabe o que é sofrer e o que é lutar. Costantemente fico na dúvida, porque raio são sempre os mesmos a ser Primeiro Ministros e Ministros da Republica, porque não um Jeronimo, José, António ou por aí fora, gente que sabe o que realmente é a vida, gente que teve dias que lutaram para poder sobreviver... enfim, nunca entendi, nem entenderei a politica, ainda bem que não sou de morrer de amores por nenhum partido, mas verdade seja dita o Sr. Jeronimo de Sousa conquistou-me completamente com a sua entrevista, como ser humano e como Português lutador, porque quanto a partidos não me interessa minimamente.

18 de novembro de 2011

Livro a ler # 1

"Um passado que a perseguia. Um futuro ainda por construir. E um caderno para escrever toda uma vida.«Sou Maya Vidal, dezanove anos, sexo feminino, solteira, sem namorado por falta de oportunidade e não por esquisitice, nascida em Berkeley, Califórnia, com passaporte americano, temporariamente refugiada numa ilha no sul do mundo. Chamaram-me Maya porque a minha Nini adora a Índia e não ocorreu outro nome aos meus pais, embora tenham tido nove meses para pensar no assunto. Em hindi, Maya significa "feitiço, ilusão, sonho", o que não tem nada a ver com o meu carácter. Átila teria sido mais apropriado, pois onde ponho o pé a erva não volta a crescer.»




Ora bem, na realidade não sou lá muito fã da escritora Isabel Allende, não sei não capta a minha atenção a 100% mas á frente, e também não sei porque raio este livro chama a minha atenção, existe algo nele que me atrai profundamente, assim sendo, terei de matar está minha curiosidade, depois se o ler faço post aqui no blog ;) como sempre, fica prometido.

17 de novembro de 2011

Sobre gorros...

Em tempos não achava a minima piada aos gorros, agora ando com uma paixoneta jeitosa por gorros do genero dos das imagens anteriormente colocadas, são mais giros que os gorros normais, desses dos normais já não me interessam muito, porque já tenho, mas deste oh oh vai ser uma festinha até já os vi á venda numa loja, exactamente aquilo que quero e a parte boa baratinhossssss, tão lindos, daqui a nada vou ser uma miuda feliz loool... quando os tiver em meu poder lol, pode ser que depois vos mostre a ver vamos, vou pensar seriamente no assunto loooolol... e não não almocei palhacinhos sim.
P.S: as imagens foram retiradas da net através do motor de pequisa simmmm que é para não haver problemas.

Momento de felicidade do dia # 1

Tás a ver eu sou daquele tipo de rapariga que muda constantemente de porta moedas, ou seja tenho aquele porta moedas em que cabe tudo e mais alguma coisa e aqueles em que só metes uns trocos e os documentos mais importante e siga que já é muito, ora bem tenho aqui em cima da secretaria o porta moedas... o tal que leva tudo... e já não o usava uí prai à 2 meses, uma vez que andava com um mais pequeno o tal que cabe os trocos e por aí além, então ontem resolvi pegar neste, ora hoje quando fui fazer uns exames precisava do cartão de cidadão e qual o meu espanto quando me deparo com uma nota de 5.00€ assim sem contar, sem me lembrar dei uma gargalhada e disse "ah f... como é que eu nunca mais me lembrei de ti ahhh, andas aqui perdidinha à meses" e pronto será escusado dizer que a menina que me tava a atender começou a rir-se e disse "tenho que ver bem o meu porta moedas pode ser que também tenha para lá alguma coisa perdida que não me lembro, mas dúvido muito" eu ri-me ao que respondi "mas se quiser eu procuro por si esteja à vontade" e a moça riu-se até se entalar lol. Resumindo tanto escondo o dinheiro na carteira para não o gastar que depois acabo por me esquecer que o tenho lá... loolol... mesmo à Mary, mesmo, mesmo.

16 de novembro de 2011

Ah ah ah estou tão indecisa...

... se devo ou não de fazer a lista de natal, mas ora bem se nos outros anos o gajo não me liga nenhuma, porque raio este ano vai ligar... não vai claro, que não, ainda por cima com esta crise lolol... portanto para o caso de eu nunca ter dito, a resposta à minha lista é exactamente o que a imagem demonstra ano após ano é assim que o homem responde à minha lista de desejos, como tal acho que este ano não vou perder tempo a fazer lista, tive que chegar aos 26 anos para perceber que o gajo nunca me vai ligar um c... deve enganar-se na entrega dos presentes porque o raio do homem nunca mas nunca trás aquilo que lhe peço, é do carago, como tal vou pensar seriamente no que fazer.

Tem dias...

... que dá cá uma vontade de mandar algumas pessoas para o c... assim de uma só vez... ai Deus dai-me paciência, porque existe dias que não sei onde ela anda.

14 de novembro de 2011

Berra filha berra prai...

A minha cunhada tem milhentos defeitos como todos nós, mas tem um que me enerva... um não mais do que um, vá... vou falar em particular da tendência que a rapariga tem para andar sempre a berrar, enerva-me profundamente, aquele berro todo refinado, ainda não percebi ao fim de 13 anos se quando lhe dá para berrar com o miúdo ou com o cão ou com qualquer uma outra coisa se lhe dá tipo choque nos neurónios para disparar os seus "belos" berros, por exemplo neste preciso instante está aos berros com o cão, mas preve-se... e eu não sou bruxa nem para lá caminho... que daqui a minutos vais estar aos berros com o miúdo e a maior parte das vezes por merdices de nada. Eu cá não me meto na vida deles, mas que me dá a real azia quando a moça berra lá isso dá, parece que vive sozinha no mundo esquece-se que tem pessoal a viver no andar de cima e que tem que a ouvir toda histérica e singela aos berros... pelas almas não se aguenta ás vezes até tenho vontade de lhe ir apertar o pescoço a ver se ela se cala... arre que a mulher enerva um santo neste caso uma santa, eu lol.

Parece que hoje não á circo...

... aqui a ursinha junior tá a espirrar por todos cantos, com frio, arrepios estranhos, e nariz a ficar tapado... valha-me cristo e eu sempre cheia de pedir a porcaria da vacina da gripe e sempre levei como resposta "ahhh e tal não se deve tomar a vacina da gripe enquanto se faz cortizona pode criar um virus xpto" e eu olho e digo "pois sim" ora bem ao fim destes anos todos onde sempre tomei cortizona e a vacina da gripe e nunca tive nenhum probleema, onde foi que este grupo de crias... as medicas da clinica... foram buscar esta teoria? Já cheguei á conclusão que para inventar e tentar meter medo aí estão elas, paciência para as aturar que pariu a sorte... voltai todos medicos especialista, internos e estágiários do CHP estais perdoados...

11 de novembro de 2011

Só de pensar no Natal...

... fico ainda mais doente do que já estou. Juro que este ano tenho uma grande vontade de dizer às minhas tias "sois muito boas pessoas, gosto muito de vocês, mas este ano só vai prendas para a chavalada" tenho tanta vontade de dizer isto mas tenho a certeza que se o fizer os meus pais só com o olhar matam-me, que pariu sinceramente, uma pessoa recebe uma merda da baixa, paga carro e depois ainda tem que fazer o milagre de fazer render o dinheiro para comprar prendas... pelas almas ninguém merece isto, então eu muito menos, ou vejamos era bem mais interessante se viessem por aí uns extraterrestres e me raptassem durante a epoca natalicia de forma a que ninguem se lembrasse da porcaria dos presentes... boa??? A ver vamos... até já estou sentada à espera... tenho umas vozinhas dentro de mim a gritar "já foste oh Mary"!!! Poisssss...

10 de novembro de 2011

Dúvidas do Tico e do Teco # 2...

E quando alguém que tu nunca viste na vida e pela primeira vez que estás num frente a frente com ela e essa pessoa dispara assuntos, medos, receios e por aí fora meus, só meus, que só eu sei e mais ninguém sabe hmmm... o que pensar sobre isto???? Lá está eu temia/temo, não queria acreditar mas perante estás circunstância vejo-me obrigada a acreditar que existem pessoas que tem uns poderes esquesitos.

Casal americano espera o 20º filho...

"O casal Jim Bob e Michelle Duggar, famoso nos Estados Unidos pelo programa "19 crianças e a contar", anunciou, na passada terça feira, que aguardam o nascimento do 20º filho.A notícia foi confirmada pela mãe, no site oficial da família, e anunciou que o bebé do sexo masculino nasce em 2012. O casal não esperava ter mais filhos pois, durante o nascimento do 19º filho, uma menina de nome Josie, Michelle e a bebé tiveram graves problemas e correram mesmo risco de vida. A explicação para um número tão grande de filhos prende-se com o facto do casal americano nunca ter utilizado nenhum método contraceptivo. "Há muitos anos, eu e o meu marido, decidimos entregar este aspecto das nossas vidas a Deus, e cada um dos nossos filhos está agradecido por estar aqui. O nosso objectivo é ensiná-los a amar Deus e a servir o próximo", explicou a mãe. No site da família, pode ainda ler-se que é a Bíblia que os guia diariamente, pois esta "contém todas as respostas para as perguntas da vida", como, por exemplo, a procriação. Além dos laços sanguíneos, os 11 meninos e as nove meninas da família Duggar, que têm idades entre os 23 meses e os 23 anos, também compartilham a letra inicial do nome, a letra J."




E agora digo eu...

Dass que pariu, pelas almas, tudo se quer nem 8 nem 80 mas pronto cada um é que sabe da sua vida mas que eles são crentes lá isso são, mas uma coisa é certa se fosse em Portugal tenho a certezinha que ficavam por 1 filho e e e como diz o outro, porque aqui a vida aqui anda pela hora da morte, ou não lol, mas isso vai dar conversa para outro post vai vai.

9 de novembro de 2011

A saia da CAROLINA tem um lagarto SALGADO...

... queria eu dizer pintado, mas escapou-se lá para os lados do Salgado. Então não é que a gaja ainda insiste que é escritora, e lança um segundo livro? Tá mal gaja... sim porque aquilo de mulher não tem nada... já não arranjas-te sarna que chegue para te cossares??? Hmmm parece que não que ainda queres mais um bocadito, mas pronto BOU-TE contar, gostei do teu arzinho de coitadinha e adorei a tua expressão de que quando estavas com o Pinto vivias no céu e depois de deixares estar com ele passa-te ao inferno, digo-te gaja é de louvar a Deus que ao fim deste tempo todo tenhas chegado a essa brilhante conclusão, mas tenho para mim que ainda não deves estar bem bem no inferno, se estivesse não te davas ao trabalho de escrever mais um livro... livro é como quem diz... a falar mal de meio mundo, gosto também da tua parvoice ao dizer "contaram-me que na casa amarela fazem praticas sexuais violentas, onde vão os jogadores, tiram os telemoveis e as carteiras às meninas e elas nem tem como pedir ajuda"... primeiro, nunca gaja nunca se deve acreditar em tudo o que os outros dizem e tu vires para um livro afirmar semelhante coisa baseada no dissera-me vão te fazer a cama vão vão, segundo, ohhh coitadinhas das meninas não me digas que se isso for verdade não sabia para o que iam ahh??? Tadita pá, e a terceira foi mesmo uma piada daquelas best o Rochinha quando ouvir ou ler estou certa que vai arranjar uma anedota para ela... então a gaja disse que existiam um grupo que estava a armar uma espécie de cilada para matar a aguia do benfica... comentadores e blogueres benfiquistas com todo o respeitinho que eu tenho por vocês sim... aí sim soltei gargalhada porque a cara dela nesse instante quando a Julia Pinheiro citou essa passagem a gaja ficou com ar entre o estou com ar de quem tá a tremer e o ar de quem me f... direitinha... ohhh Deus já não existe paciência para tanta parvoice acredito que estejas mal de finaças... para escrever outro livro cheio de merdices... mas também eu gaja quer dizer quem não anda financeiramente instavel nos dias de hoje. Quanto ao programa da Julia sinceramente não tinham gente mais interessante para entrevistarem???? Pelo amor da santa é que ninguém merece...




P.S: a gaja é cá da minha zona e nem vos vou dizer de onde sou porque parece mal ah ah ah

Eu já tenho...

Óleo hidratante tropical maracujá e cajá


E cheira tãoooo bemmm e para quem gosta assim muitissimo de maracujá como eu ora digamos que este óleo é uma espécie de pequeno paraíso, proximo investimento será mesmo a famosa loção cremosa oh oh exprimentei na loja e hmmmm cheira tãoooo bemmm lolol.


Loção cremosa hidratante tropical maracujá e cajá


P.S: definitivamente O Boticário leva-me à falência lolol

8 de novembro de 2011

Já o outro dizia...

"Não gozes com o mal do teu vizinho, porque o teu vem a caminho..." é lá está pode demorar a chegar mas chega, eu muito gosto quando vens para o meu facebook deixar palavrinhas mansas e merdinhas do genero... estou a falar de uma das minhas primas que eu não gosto por nada deste mundo e que perante a minha desgraça quer dar uma de Madre Teresa de Calcuta... eu no teu lugar "querida" levava o provérbio bemmmm bemmm à letrinha, porque como se costuma dizer Deus não dorme só descansa, tem cuidado se ele acorda, pufff ficas pior que o chocapic.

Aiiiii...

Está um frio do caraças, nem sinto as mãozinhas e os pezinhos e estou dentro de casa, vou mas é pedir para ligar o aquecimento se não estou feita no minimo fico com hipotermia e no maximo congelo... dassss que pariu este frio, que eu goste de frio tá bem mas também não exageremos e tu chuva já me andas a meter cá um nojinho jeitoso andas andas.

7 de novembro de 2011

Polar Postcrossing 2011, eu também vou participar ,)

Tal como a S. do blog As minhas pequenas coisas... porque foi graças ao post dela que me lembrei de participar... e muitas outras pessoas desta blogosfera, este ano vou participar no Polar Postcrossing 2011 realizado pela Polo Norte... ah pois é... parece que vai ser divertido a ver vamos, fica prometido que depois vai haver um post sobre o resultado deste assunto.

6 de novembro de 2011

Sobre o dia de hoje...

Foi um dia calmo, diferente, passado com pessoas muito queridas, muito humanas... confesso que me sinto bem ao pé deles... fazem-me rir, dão-me conforto e são extremamente carinhosas. Hoje o dia foi estranhamente calmo, sossegado, sinto-me meramente relaxada só com um problema extra dores e mais dores, vamos lá ver o que a noite nos reserva, espero/desejo que seja uma noite calma e agradeço ao sr. febre que não me faça a minima visita, aqui a gerência agradece sim, porque se isso acontecer é muito mau sinal.

P.S: Obrigado T. pelo domingo sossegado e divertido que tu e os teus pais e a tua avo me ofereceram

5 de novembro de 2011

Conversa de cemitério...

Que fique aqui bem esclarecido que eu ouvi a conversa porque a dita senhora que vou designar por A estava a falar em bom som para a dita senhora B, diga-se que eu e a minha mãe estavamos a metros das senhoras... então era a A a falar para a B e eu a falar para a minha mãe a comentar a conversa.






A: Sabes quando a minha filha acabou o curso arranjou logo emprego.
B: Olha é muito bom, porque hoje em dia é muito dificil para arranjar emprego.
Eu: olhei para a minha mãe e disse "pudera com o pai a trabalhar na camara não ia arranjar tacho para a filha".



A minha mãe: olhou para mim e disse "deixa-te de ser assim não deve estar nada a trabalhar com o pai".



Eu: sorri e disse "quanto apostas ah?"



A: Sabes que a minha filha casou-se o ano passado, então tinha um salão grande em baixo que antigamente era onde estavam os bois e depois de nós reconstruirmos a casa ficou um salão, então fiz lá casa para a minha filha paguei tudo tudo a casa toda e todo o casamento, vestido comes e bebes e tudo.
B: Isso é que foi uma ajuda mas ela também é filha única se tens que ajudar alguém era ela.
A: E é melhor assim ela está perto de nós e leva o pai de manha com ela no carro que ela trabalha com o pai e tudo.



Eu: olhei para a minha mãe e disse, "viste viste nem é preciso ser bruxa para adivinhar tal coisa tu não apostas-te comigo porque já sabia que eu ia ganhar."






Conclusão, lamento tanto não conhecer o Sr. Cunha, tenho a certeza que também ia adorar ter um emprego na camara ou numa das 11 empresas que foram criadas e as quais pertencem à camara, mas lá está não conheço o Sr. Cunha olha paciência.



Certeza do dia... # 1

Em vez de tomar 2 calmantes antes do tratamento vou pedir para tomar 3 ou 4 a ver se me acalma a alma e a tola, que hoje, ou melhor ultimamente estou bem a precisar... e quando lá chegar peço também um tramal nas veiazitas para as dores, uma vez que mal me seguro de pé com estas p... de dores que não me largam... tá garantido é isso que vais acontecer.


P.S: quero ficar como o menino da imagem, mas sem a chupeta sim nada de mandarem bocas foleiras sim.

4 de novembro de 2011

A Popota e o seu regresso...

E acabou de passar o anúncio da Popota 2011 na tv, tá giro sim senhor até gostei... eu que nunca acho piada a essas coisas... como não consegui o vídeo para vós mostrar fica aqui o site da Popota 2011 que até tem umas actividades divertidas... para gente como eu que pouco tem que fazer lolol.

Sinceramente...

Tem dias que tenho que ter uma paciência extra quando vou ao tratamento, como se não bastasse o facto de ter que enfardar com 4 horas de tratamento e consequentemente com os seus tristes e deprimentes efeitos ainda levo com perolas do genero:
... terça e ontem adormeci durante o tratamento, eis que ontem vem a médica ao pé de mim e me pergunta "passa-se alguma coisa, você não costuma dormir e já á dois tratamentos seguidos que dorme" ao que respondo "tal como lhe disse no sabado sinto-me muitissimo cansada e estar a fazer o tratamento ainda me cansa mais" ficou a olhar para mim, se dorme é porque dorme, se não dorme podia dormir para o tempo passar mais depressa... à cá cada maluco.
... houve uma epoca que levava peso a mais... tipo bebia demais uma coisa que não posso fazer tenho que beber o menos possivel... agora que até tenho bebido pouco chego à clinica e lá vem elas " o que se passa contigo, tás com algum problema, nós notamos que já não és a mesma pessoa que entrou aqui à um ano e tal atrás estas sempre com um ar cansado, com olheiras, pareces deprimida, até trazes pouco peso quando costumavas trazer bastante e a gente ate se divertia a pegar e a ralhar contigo" ao que eu respondo "não querem que eu nesta fase da vida ande a saltar à corda e aos pinchos pois não?" e mais uma vez ficam a olhar para mim.
Será dificil entender que uma jovem de 26 anos que tem a vida dependente de uma máquina e tratamentos nem sempre pode andar bem disposta e feliz, que cada dia que passa é como se fosse mais um dia de surpresas, pois nunca se sabe o que pode acontecer, que infelizmente não são só os tratamentos que me deitam abaixo, esta maldita anemia que se colou a mim cada vez mais, o peso extra que ganhei graças à bela da cortizona, que as operações que este ano já vão em 5 e o ano ainda não acabou dão cabo de mim e da minha paciência. Sinceramente as vezes juro que penso como diz a música "e que tudo mais vá para o inferno" simplesmente é está a minha vontade mandar tudo para o inferno e fechar-me em casa descansada da vida sem ninguem a chatear-me, sem ninguem a pedir justificações seja do que seja, sem ninguem a dar-me cabo do juizo e da alma, porque o que eu quero e o que eu preciso é de estar sozinha... mas as pessoas não entendem isso e eu ainda fico pior do que já ando por assistir a tanta teimosia.... tá desabafado... licencinha!

3 de novembro de 2011

Adoro profundamente este som...


Tanta "perfeição" junta numa música é bom demais para a minha pessoa que anda pela rua das amarguras...

Nunca pensei...


... que algum dia ia gostar desta raça de cães, a enfermeira C. tem um e eu já tinha visto fotografias dele pequenininho, estes dias foram busca-la à clinica e levaram o Rocky e ele já cresceu... segundo a C. não cresce mais do que aquilo, aí que doçura fiquei encantada o raio do cão quis vir logo para o meu colo e quase que me lambia a cara... essa parte dispenso tenho um bocadito grande de nojo, confesso gosto muito dos bichinhos mas essa parte não me agrada... e pronto fiquei sismenta achei um piadão o raio do cão é tão fofinho e o dela é igual ao da imagem e tudo...

Das coisas que me deixam possuida...

... é ter acabado de perder 30 minutos a esticar o cabelo, ele estar todo direitinho todo bonitinho, sais de casa armada em vedeta toda contente com o céu escuro mas sem chuva, vais toda lampeira e quando sais do carro pimba começa a chover a potes e tu não tens guarda-chuva, confesso que insultei o S. Pedro de cima a baixo e vice versa, porque o raio do santo não deve mesmo gostar de mim.


... vais ao banco apanhas a senhora com um ar um bocado excessivo... excesso de maquilhagem, tipo less is more toda a gente sabe disso ou quase toda a gente, porque ao que reparei a senhora não deve saber desse pequenino grande pormenor e depois a falar comigo como se eu fosse uma criança ou tivesse qualquer um tipo de deficiência na compreensão, ao que me obrigou a ser um pouco desagradavel quando lhe disse "sim sim já percebi e pode falar normalmente que eu ainda capto as coisas não sou loira nem para lá caminho", aqui fiz merda, merda daquelas grandes é que o raio da mulher é loira... ups... e ficou a olhar para mim com ar de quem me queria vir à tromba, mas eu e o meu ar angelical e o meu sorriso de mete nojo desejamos um bom dia à senhora e um bom trabalho e alas que se faz tarde... escusado será dizer que mal coloquei o pé fora do banco e tive que aturar a minha mãe com um discurso do genero "és sempre a mesma merda tens sempre que dizer o que não deves blá blá blá blá" ao que eu respondi simpaticamente "vê lá se queres ir embora a pé e olha que é lixado a chover como está e ainda é um bocadito longe" e ela lá se calou e ficou feita postal a olhar para mim.


... outra coisa que me faz passar e me fez ter os meus 5 minutos de emoção... ah carago hoje aos 5 minutos que já tive já vão para lá de meia hora uiii estou mesmo com um feitiozinho de merda hoje... portanto e continuando é eu ir toda concentradinha a conduzir e me aparecerem aqueles marmanjos que têm um carro parado do lado deles e eles não têm mais nada à que aumentar a velocidade e passar e quem vier no outro sentido que espere ou então que tente passar que leva um fardo, mas eu parei, para a besta passar porque se não parasse ele ia enfiar-me um fardo e quando ele passou só abri o vidro... uma vez que o gajo ia com o vidro aberto... e simpaticamente disse "mata-te sozinho sua besta do caralho" ohhhh Mary Mary Mary o que tu foste dizer mais uma vez tive que aturar a minha mãe com o seu blá blá blá... diga-se que ela não conduz porque não tem a carta ah ah ah por isso não percebe nada de nada mas tem a mania que percebe... só lhe disse mais uma vez simpaticamente "se voltas a f... a p... da paciência, se voltas a abrir a boca sempre que entrares no carro te garanto a ti que passas a andar a pé e acaba aqui o meu serviço de taxista para trás e para a frente" é certo que se calou mas mal chegou a casa foi fazer queixa ao meu pai e ele disse "também és uma chata do carago sempre contra a miuda, deixa a miuda em paz já muito faz ela em andar a levar-te para trás e para a frente e tu nunca lhe pagas o gasóleo"... e eu olhei para ela e disse "embrulha que é para oferecer queixinhas" e pensei "está certo paizinho tá certo tens toda a razão"...

2 de novembro de 2011

Diria antes que todos os dias...

"Acontece-me às vezes, (...) um cansaço tão terrível da vida que não há sequer hipótese de dominá-lo."


(Fernando Pessoa)


P.S: meu dito meu feito, nunca existiram palavras tão certas e tão sábias para me definir neste momento.

Palavras que me fazem pensar...

Fica Triste

"Quando alguém de quem gostas muito te estiver a fazer mal... Fica triste. Entra em contacto com a tua dor pelas almas que não se conseguem entender. Fica simplesmente triste. Se estiveres mesmo triste, chora. O choro que vier será bem-vindo. E mostra a tua tristeza. Explica como isso te dói, e como era bom se se resolvesse. Convida essa alma a abrir o seu coração. Sem mágoa. Sem julgamento. O julgamento é o que normalmente estraga as relações. A pessoa não abre o coração porque julga o outro. E como julga o outro, pensa que o outro também o julga. E fica zangado. E julga mais ainda e o círculo vicioso alimenta-se de uma maneira drástica. Esse é o círculo da dor. Depois de mostrares o quanto te dói, pede para que essa pessoa abra o coração, por ti. Que se harmonize, por ti. Que se interiorize, por ti. E vais receber um favor. E vais saber sempre que aquela pessoa fez aquilo por ti. E vais agradecer. E vais saber sempre que as pessoas fazem coisas por ti. E vais sempre receber. E vais sempre agradecer. E elas vão sentir, e vão fazer mais ainda, e vais agradecer mais ainda. E este é o círculo da felicidade."

Fonte: o livro da luz – Pergunte, O Céu Responde,de Alexandra Solnado