31 de agosto de 2016

O nosso último sábado de Agosto foi assim...

Fomos passear até à praia e fomos experimentar um restaurante novo o Mau Maria que fica em Espinho.
Além de sushi tem outro tipo de ementas também.
Encontrei um parceiro para me acompanhar no sushi o meu pai.
Eu e ele adoramos, já a minha mãe recusa-se simplesmente a experimentar, quanto mais a comer.


Comemos de entrada ceviche e tempura ebi que para quem não sabe é tempura de camarão que por acaso esqueci-me de tirar fotografia. 


Depois eu e o meu pai comemos um freestyle 25 que é este da imagem, apesar de não dar para ver muito bem, porque na verdade eu estava mesmo vocacionada era para comer, mas pronto.


A minha mãe como não vai nessas conversas de sushi comeu espetada de gamba, que além de bom aspecto, cheirava ainda melhor. 


Eu e o meu pai optamos por mandar vir mais uns quantos rolinhos como nós lhe chamamos.


Eh eh eh este era meu, quando me lembrei já tinha dado uma trinca, era um éclair com um recheio diferente, um chocolate muito levezinho, mas delicioso


A minha mãe optou por um brownie de chocolate com uma bola de gelado e só vos tenho a dizer que vai ser a minha próxima sobremesa quando lá voltar, porque é muito bom.

Resumindo e concluindo, quem não conhece o Mau Maria em Espinho podem confiar e ir lá que é muito bom.
A comida é deliciosa e o atendimento é fantástico... clicam no link lá em cima e vão ter direitinhos ao face deles.

30 de agosto de 2016

"Perdoa-me" de Lesley Pearse...


"O instante em que encontrou a mãe sem vida nunca se extinguirá da memória de Eva Patterson. Num bilhete, as suas últimas e enigmáticas palavras: Perdoa-me.
O mundo seguro de Eva ruiu naquele momento devastador. Mas o inesperado suicídio de Flora vai marcar apenas o início de uma sucessão de acontecimentos surpreendentes. No seu testamento, Flora deixa a Eva um estúdio em Londres. Este sítio é a primeira pista para o passado secreto de uma mulher que, Eva percebe agora, lhe é totalmente desconhecida.
No sótão do estúdio, a jovem encontra os diários e os quadros da mãe, provas de uma fulgurante carreira artística mantida em segredo. O que levou Flora a esconder tão fundo o seu passado? Ao aproximar-se da verdade, Eva descobre um crime tão chocante que a leva a questionar-se se alguma vez conseguirá, de facto, perdoar."


Já à algum tempo que não lia um livro da Lesley Pearse.
Uma vez que tinha lido todos os livros dela, fiquei com alguma curiosidade neste e a verdade é que gostei.
Bem sei que no meio de tanta tragédia a história acaba sempre bem.
Gostei da história da Eva, confesso que me fez "sonhar" um pouco na parte em que ela luta para estabilizar a sua vida.
Quem dera que as coisas fossem assim "tão fáceis", mas infelizmente não é.
É um livro que se lê rápido e é interessante, gostei. 

29 de agosto de 2016

Livros a ler...

Estes dias emprestar-me vários livros para ler.
Fiquei super entusiasmada uma vez que já estou no último livro meu.
Pensei em ir à biblioteca, uma vez que tenho cartão e posso lá ir requisitar.
Mas a patroa da minha mãe tem muitos livros e disse para ir lá buscar os que eu quisesse e pronto trouxe estes, já dá para me entreter durante um bom tempo, depois é só ir lá colocar e trazer mais.
Vejam lá então os que vieram comigo.

Alguém já leu algum destes livros???













26 de agosto de 2016

Este post é um pedido de ajuda...

Olá a todos...
Vou aproveitar aqui o meu cantinho para fazer um pedido.
Convidaram-me para fazer a divulgação da página do facebook dos Doadores de Sangue do Hospital de Gaia é só clicarem no link, já sabem.
Pediram também que desse o meu testemunho como receptora.
E foi com enorme carinho, emoção e uma enorme gratidão para com todos que lá trabalham que dei o meu testemunho.


Quem puder façam gosto na página acima mencionada e tornem-se doadores.
Obrigada a todos, do fundo do coração. 

23 de agosto de 2016

Uma pessoa vê cada coisa...

No outro dia quando fui almoçar com o meu sobrinho, na mesa ao lado sentou-se um casal, com duas meninas.
Bem eu já nem tenho memória de ver alguém a discutir daquela maneira num restaurante.
É que ficamos nós, as pessoas das outras mesas e os funcionários a olhar.
Houve um momento em que pensei "bem se isto é assim fora de casa, nem quero imaginar como é quando estão em casa, deve de parecer um campo de batalha".
E tudo por não concordarem com o que iam almoçar.
Confesso que fiquei com pena das miúdas, afinal de contas elas não têm culpa das "pegas" dos pais.
Enfim, eu só acho que as pessoas as vezes deviam de lembrar-se que é escusado fazerem esse tipo de cenas assim em público, na minha opinião, não é lá muito bonito assistir a estas coisas.

19 de agosto de 2016

Quarta-feira foi assim...

Decidimos ir dar uma volta até ao Porto e almoçar por lá.
Como o meu sobrinho não se lembrava de ter andado de metro, optei por deixar o carro em Gaia e lá fomos nós de metro passear.
Fomos almoçar à pizza hut que que ele queria lá ir e depois de termos almoçado apareceu o meu irmão.
Lá teve que pedir outra coisa para comer, porque nós os dois já tínhamos comido tudo, até decidimos tirar uma foto com aquele ar de quem fomos obrigados a comer... lol, era quase isso.  




Depois fomos lanchar à Nut para quem ainda não foi lá recomendo é muito bom, passem por lá.



Também fomos dar uma volta numas lojas que o rapaz quis ir comprar uma roupa e eu lá me perdi e acabei por comprar uns botins, que achei muito bonitinhos, estava na dúvida se havia ou não de os comprar, mas depois acabei por trazer.


Trouxe também umas pulseiras


E comprei três vernizes na Kiko...
A ver vamos como vão ficar.

Foi um dia diferente e giro.
Ele já pediu para voltarmos a repetir e eu já lhe disse que vou pensar no assunto.
Pois é o raio do miúdo só pensa em andar a passear, mas pronto eu gostei.

17 de agosto de 2016

"Enfermeira saturada" de Saturnina Gallardo...




"Senhora Enfermeira, o soro tem ar e vai-me matar. Senhora Enfermeira, eu é que sei em que veia me deve picar. Senhora Enfermeira, está aqui para me ajudar e eu é que tenho de trabalhar? 
Sim, tens a certeza de que mais facilmente verás um ministro da Saúde aumentar-te o ordenado do que um só penso que tenha o tamanho certo. Mais depressa te dão um cacifo do que um lugar no quadro. Trabalhas de pijama e sentes-te um DJ no turno da noite. A tua mãe confia mais no senhor que inventou o Actimel do que em ti. Tens pesadelos com campainhas a tocar. Já viste mais frasquinhos de urina em papelote do que médicos com letra legível. E o teu sonho é ter um paciente que acredite que sabes mesmo o que estás a fazer. 
Sim, este livro é para ti. Bem-vindo ao mundo da Enfermeira Saturada, onde o delírio se mistura com o humor, às vezes negro, mas sempre muito refinado. O mundo onde o dia-a-dia do hospital supera sempre a ficção."

Para quem anda nestas vidas de hospitais, tratamentos e afins este livro é o retrato mais puro e mais divertido do que se passa nesses locais.
Eu como doente presencio muitas das passagens descritas neste livro.
E também tenho umas saídas do gênero.  
Este livro foi oferecido por uma enfermeira amiga que eu adoro imenso mesmo.
Uma vez ela estava a ler e eu achei piada o livro... porque será que eu achei piada, porque sei que é tudo extremamente real o que lá vem escrito.
Houve momentos em que ainda deu para dar umas boas gargalhadas, era eu a ler, a rir e a pensar, "ahhh já assisti a isto".
É um livro divertido e fácil de ler.

16 de agosto de 2016

Oh diabo...

Não é mentira nenhuma que nos últimos dias tenho andado em baixo, muito cansada, com muito sono, enfim, é normal que quem me conhece note isso.
Hoje fui a uma consulta e o médico estava em stress desde que entrei na sala, porque começou a dizer que eu não era eu, que estava abatida, com ar de cansada, magra, muito branca... ohh pá e o meu belo bronze de dois dias e meio de praia que já se esta a ir embora, lol.
Lá tentei explicar que me encontro numa fase em que me sinto, bastante em baixo e cansada, mas que basicamente deve de ser só isso.
Olhou para mim muito sério e disse "oh diabo só isso? Não acha que já tem tido problemas que chegue?".
Ter tenho, só espero é que não tenha mais nada de novo, que já chega bem o que tenho, era neste sentido que estava a raciocinar.
Mas que tenho andado K.O lá isso tenho onde me encostar um bocadinho adormeço logo.

14 de agosto de 2016

"A rapariga Inglesa" de Daniel Silva...


"Madeline Hart é uma estrela ascendente no partido britânico no poder: bonita, inteligente, motivada para o sucesso por uma infância pobre. Mas Madeleine tem também um segredo sombrio: é amante do primeiro-ministro, Jonathan Lancaster. Os seus raptores descobriram o romance e decidiram que Lancaster deve pagar pelos seus pecados. Receoso de um escândalo que lhe destrua a carreira, ele decide lidar com o caso em privado, sem o envolvimento da polícia britânica. Trata-se de uma decisão arriscada, não só para si próprio, como para o agente que conduzirá as buscas.
Tens sete dias, depois a rapariga morre.
Entra em cena Gabriel Allon — assassino implacável, restaurador de arte e espião —, para quem as missões perigosas e a intriga política não são novidade. Com o relógio a contar, Gabriel tenta desesperadamente trazer Madeleine de volta a casa em segurança. A sua missão leva-o do mundo criminoso de Marselha a um vale isolado nas montanhas da Provença, depois aos bastidores do poder londrino e, finalmente, a um clímax em Moscovo, uma cidade de espiões e violência, onde há uma longa lista de homens que desejam ver Gabriel morto.
Desde as páginas de abertura até ao chocante final, em que se revelam os verdadeiros motivos por detrás do desaparecimento de Madeleine, A Rapariga Inglesa irá deixar os leitores completamente mergulhados na história."

Mais uma estreia de um escritor, desta vez o Daniel Silva.
Já tinha ouvido falar muito bem dos livros dele e a verdade é que gostei imenso.
Neste livro podemos ver a história de Madeleine Hart e todo o passado e seus segredos.
Adorei o Gabriel Allon, assim como a sua esposa a Chiara.
A história em si foi muito interessante, pois dá umas voltas lá para o meio, exatamente como eu gosto, leva-me a pensar uma coisa, as tanta começo a desconfiar de outra e pronto eis o sentido real da história.
Sem dúvida alguma que vou querer ler mais livros do Daniel Silva. 

12 de agosto de 2016

Não acho piada nenhuma estes convites de última hora...

A pior coisa que me podem fazer é um convite de última hora, seja para o que seja.
Não imaginam como fico furiosa.
Detesto ter que ir comprar o que quer que seja à pressa.
À pouco recebi um convite para um aniversário de casamento neste fim de semana.
Fiquei logo com uma azia que nem é bom.
Não me digam lembraram-se ao lanche que lhes apetecia fazer uma festa querem ver.
Detesto quando fazem estes convites assim tão em cima do dia.
Estou tão chateada e irritada que até me apetece fazer birra como os miúdos.
Adeus euros que estavam em poupança para algumas peças de decoração cá de casa... 
Adeus...

9 de agosto de 2016

"Adoro" quando me mandam uma sms a dizer...

"ASSÉRIO"
A sério digo eu.
Já disse um milhão de vezes que é separado mas existe quem insista no "assério".
Isso já não é distração é mais burrice, mas pronto.
E sim é gente da família... ah ah ah.
E sim eu as vezes também me engano a escrever, mas não é sempre, sempre eh eh eh.
Haja humor pelo menos...

6 de agosto de 2016

Ora coloquem-se todos no meu lugar...

Sim vamos fazer uma experiência engraçada.
Coloquem-se no meu lugar.
Eu não posso ingerir líquidos só o minimo possível... divertido não  é? Com este calor horrível e uma pessoa anda por aí a penar, mais parece que estamos no deserto.
Ai um gelado tão bom... blá, blá blá... pois o gelado tem liquido, que rico.
Tens fruta agora com o calor... pois além de ter liquido tem uma carrada enorme de potássio... e potássio em excesso o que é que faz, adivinhem? Mata.
Ah também tem os iogurtes fresquinhos são bons... pois claro que são. 
E então qual é o mas do iogurte? O líquido e o fósforo, que quando  esta elevado também pode ser super fofinho e matar.
Agora digam-me se uma pessoa sofre ou não sofre com este calor?
Claro que sofre e não é pouco.
Se eu não tivesse estes entraves todos e fosse uma pessoa sem estes problemas... oh pois bem aí até eu amava o sol, o calor e todas essas coisas, como não é o caso vou ali amuar para a clínica que daqui a pouco é dia de mais uma sessão de dialise.
Ok entenderam?
Volte para os vossos lugares.

4 de agosto de 2016

Foi uma super e rápida consulta...

Hoje fui a uma consulta com o operador mal entrei ele disse "bem que bom aspecto que tem".
Lá olhou para os exames e disse "ainda não tenho o resultado do tac, mas eu vou deixa-la ir embora e ligo-lhe mal tenha o resultado, porque não me posso fiar nesta sua boa aparência tenho mesmo que ver os exames porque você é uma caixinha de surpresas".
E pronto lá vim eu embora, agora aguardo o contacto do médico para  me dar os resultados e marcar os próximos exames e consulta.

2 de agosto de 2016

Vejam só se alguém me salva pelas almas...

Andam cá em casa o pintor a pintar casa toda por dentro e o eletricista a mudar os interruptores todos.
Trouxeram dois modelos de interruptores, uns brancos e uns bejes para eu escolher, escolhi os bejes e imaginem quais é que o senhor trouxe... os brancos portanto, enfim valha-me a minha paciência pelo menos.
Já vai na segunda semana de pinturas.
Estou tão farta de pó, de barulho e obras que quando isto acabar até vou pensar que é mentira.
Fui eu que escolhi as cores novas da casa.
Estava farta do branco.
Passei e passo grande parte da minha vida a ver paredes branca... hospitais, clínica, coisas desse gênero... como estou tão farta e saturada os meus pais deixaram-me escolher todas as cores novas... xo branco, a circular vamos lá.
Toca a mudar a ver se fica tudo com um ar mais alegre.
E como se costuma dizer quem muda Deus ajuda... a ver vamos.