30 de setembro de 2015

No limite...

A minha paciência anda mesmo no limite, ontem tive uma mini amostra do cansaço  que tenho andado a juntar... chorei e quase sufoquei de tanto chorar nem conseguia respirar, tudo isto na clínica e durante o tratamento... será que as pessoas não conseguem entender que estou cansada? Que não tenho que levar com as culpas do que os outros fazem? Eu também sou humana caramba, tenho os meus limites, não tenho que andar com meio mundo em cima de mim como tem acontecido ultimamente, sinto-me cansada e fraca e o meu maior medo é que quando for operada este meu excesso de cansaço não me vai dar força suficiente para ter uma recuperação minimamente boa, confesso que até tenho algum receio, vá lá medo, muito medo, mas não as pessoas continuam a achar que eu tenho que carregar com tudo e eu não consigo, estou praticamente no meu limite, no fim mesmo.