11 de maio de 2012

Se não é ser irresponsável é o que????

Bem entendo que ninguém gosta de ser chamado de irresponsável, mas existem limites e paciência para aguentar o trabalho mal feito e de levar com respostas do tipo "ahh não sei" pois quem não sabe sou eu, que me deixei levar até à terceira vez, quando o meu limite é até à segunda. É a terceira vez que deixo pedido de medicação no centro de saúde para me passarem a receita e é a terceira vez que a mesma pessoa... uma secretaria, pois são várias... que perde os papeis e depois quando vou levantar as receitas nunca sabe de nada.  É lógico que hoje foi o limite da brincadeira, mas afinal ela está lá para trabalhar e assumir as responsabilidade que o próprio trabalho implica ou está lá a fazer sala??? Tenho para mim que a primeira opção é a mais valida mas é a segunda que a menina prefere praticar. E pronto lá me "passei"... mas pouco, porque não gosto de começar o dia a chatear-me... e disse o que tinha para dizer, incluindo que ela era uma irresponsável e que dá próxima vez que volte a acontecer não vai ficar só pelas palavras vou ter que dar o uso à caneta e à letra para fazer queixa aos superiores. Agora fico a pensar se ela me faz isso a mim... começo a acreditar que ela não me "grama"... o que é que ela fará aos velhinhos, coitadinho, está justificado o porque do barulho que lá ia no outro dia com um senhor velhinho e a dita fulana.... enfim... é tão feio fazer-se porcaria para não dizer merda e empurrar para as outras colegas de trabalho... falando nisso a c... da minha colega de trabalho era assim, que a pariu!!!