21 de agosto de 2014

"O diário perdido de Don Juan" de Douglas Carlton Abrams...


"A descoberta do diário do maior sedutor da Europa.
Neste romance histórico, Douglas Abrams pretende descrever as aventuras de Don Juan narradas por ele próprio num diário até hoje desconhecido. Baseado nas inúmeras versões sobre a história de Don Juan e no relato de um estudioso francês do século XIX que argumentava que Don Juan tinha sido um nobre que viveu em Sevilha e que foi morto no Convento de São Francisco, o autor insere a mítica personagem na cultura europeia, tecendo um enredo totalmente passado em Sevilha, lugar de todos os vícios e virtudes. Conta como o famoso galanteador nasce bastardo, recolhido num convento por umas freiras, como acaba expulso, como passa a ladrão, como aceita trabalhar como espião para o Duque de Mota, como vai seduzindo mulheres casadas, divorciadas e virgens, e como finalmente acaba por se apaixonar por D. Ana, jovem prometida ao mesmo Duque para quem Don Juan trabalha. No final ocorre um confronto entre o galã e a Inquisição que resulta aparentemente na morte do herói, apesar de o seu corpo nunca ser apresentado a público. Uma nova visão do galanteador que deixou o mundo rendido aos seus encantos. Sevilha declarou 2007 como o ano de Don Juan."

Foi um livro que gostei imenso de ler, na minha opinião muitos homens deveriam de o ler.
Fiquei com pena de ter acabado, pois fiquei curiosa em saber por que caminhos poderia ter seguido a história.
Leiam vale muito a pena, tem momentos de tudo, lágrimas, medo, divertimento enfim tem um pouco para cada gosto.