7 de agosto de 2015

O que eu gostava mesmo...

... era de ir para uma ilha, deserta, sozinha... e uns quantos livros e um frigorífico recheado de coisas boas para comer... apenas isso, mais nada de nada.
Afinal como podem constatar não peço muito coisa, é algo bem simples... mas impossível de acontecer.