30 de agosto de 2016

"Perdoa-me" de Lesley Pearse...


"O instante em que encontrou a mãe sem vida nunca se extinguirá da memória de Eva Patterson. Num bilhete, as suas últimas e enigmáticas palavras: Perdoa-me.
O mundo seguro de Eva ruiu naquele momento devastador. Mas o inesperado suicídio de Flora vai marcar apenas o início de uma sucessão de acontecimentos surpreendentes. No seu testamento, Flora deixa a Eva um estúdio em Londres. Este sítio é a primeira pista para o passado secreto de uma mulher que, Eva percebe agora, lhe é totalmente desconhecida.
No sótão do estúdio, a jovem encontra os diários e os quadros da mãe, provas de uma fulgurante carreira artística mantida em segredo. O que levou Flora a esconder tão fundo o seu passado? Ao aproximar-se da verdade, Eva descobre um crime tão chocante que a leva a questionar-se se alguma vez conseguirá, de facto, perdoar."


Já à algum tempo que não lia um livro da Lesley Pearse.
Uma vez que tinha lido todos os livros dela, fiquei com alguma curiosidade neste e a verdade é que gostei.
Bem sei que no meio de tanta tragédia a história acaba sempre bem.
Gostei da história da Eva, confesso que me fez "sonhar" um pouco na parte em que ela luta para estabilizar a sua vida.
Quem dera que as coisas fossem assim "tão fáceis", mas infelizmente não é.
É um livro que se lê rápido e é interessante, gostei.