22 de setembro de 2016

Querido Outono...


Eu até gosto de ti.
A única coisa que dispenso é essa tua mania de seres engraçadinho e trazeres um monte de alergias atrás de ti, essa parte dispenso bem, acredita.
De resto tu és mágico.
Esses tons diferentes nas folhas, esse teu reboliço típico de Outono, é muito bom.
Chega a hora da comida mais "quente", mais reconfortante como eu costumo chamar, das castanhas e dos dióspiros que eu adoro mas que tem uma carrada enorme de potássio.
Mesmo assim estou a apostar em ti este ano.
Quero que me deixes andar bem, que me faças sorrir e ser feliz.
Dá-me paz é só o que te peço.
E sê bem-vindo mais uma vez.