Avançar para o conteúdo principal

Quando era miúda sonhava...

Um dia mais tarde ser daquelas mulheres que usam fatos, tacão alto, unhas grandes e impecáveis, maquilhagem, cabelo arranjado e ter um ar sempre direitinho.
Já passei por todos esses pormenores.
Já tive que andar a trabalhar de fato, de tacão, maquilhada.
Já usei unhas de gel, gelinho e unha natural mais comprida.
A maquilhagem em tempos foi a minha grande paixão, hoje em dia raramente uso.
Houve tempo em que ia todas as semanas esticar o cabelo ao cabeleireiro, ou até em casa, hoje em dia vou apenas uma vez por mês ao cabeleireiro e uso o meu cabelo no seu estado mais selvagem possível, solto, ondulado a única preocupação que tenho e quando tenho é de manter as repas esticadas .
Agora só uso sapatos baixos e sapatilhas, o tacão passou a ser exclusivo de festas.
As unhas quanto mais curtas melhor e de vez em quando lá as pinto, quando me lembro, embora posso afirmar que passo a maior parte do ano sem as pintar.
Não me importo muito se tenho o cabelo desalinado, sem maquilhagem, sem aquela mania de estar tudo direitinho.
Muitas vezes penso como mudei, mas depois penso que simplesmente me adaptei  ao que me faz sentir mais prática, mais leve.
E se calhar este meu "desleixo" é o que faz com que eu pareça ainda mais novinha do que realmente sou.
As vezes sinto saudades de como era, outras vezes não e existem dias em que eu não me imortava de voltar a ser como fui, só que chego à conclusão de que prefiro ser mais prática e sem grandes trabalhos.
É assim a vida, os sonhos passam e tu ficas a imaginar como será que vou ver futuramente o momento do "prática" que estou a viver agora. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Post chato como a putassa ou putaça...

... não sei, escolham a que quiserem.  Desde sábado que ando arreliada e chateada, comigo mesma e não só. Já ando à 3 semanas com muitas dores no corpo, principalmente costas e pernas, arrepios de frio, mal estar, etc, etc. Feita estúpida este sábado resolvi falar com a médica da clínica a ver se me podia ajudar. Se o arrependimento matasse tinha ficado ali esticadinha no mesmo minuto em que abri a boca. "Ah vamos aumentar o peso porque anda com as tensões muito baixas e é por causa disso" disse a médica eu ainda tentei explicar que não tinha nada a ver com as tensões uma vez que apesar de estarem baixas eu tenho me sentido bem no que diz respeito às tensões e até conseguia ir abaixo do peso 400 gramas no fim do tratamento... "não, não, não, e não vamos subir porque eu é que sou a médica e é que sei". Fiquei f.... mesmo, no seu maior esplendor apeteceu-me mandar dois berros ou até mesmo arrancar as agulhas do tratamento... mas não o fiz infelizmente por uma questão de…

Olá Setembro...

Geralmente considero como um novo início. Uma nova oportunidade. Vamos ver como vai ser a partir de hoje até ao fim do ano. Setembro querido vê só o que te peço... dá-me paz, calma, sorrisos, abracinhos bons e se por algum momento houver momentos mais tristes em que eu tenha vontade de desistir tu dá-me força, fé e coragem para seguir em frente mais uma vez. Por isso Setembro sê bem vindo!!!

Adeus Maio...