25 de dezembro de 2011

Vai dai e uma pessoa já não pode "dar uma" na paz do senhor...

... principalmente no dia de Natal, tipo prenda mutua... loool... não é que me toca o telemóvel em privado e eu sempre preocupada atendo o telemóvel e sai-me uma avecula armada em vedeta com voz de crica e dispara o seguinte discurso "olá querida recebi a carta que mandas-te com o teu numero de telemóvel" e eu "oiiiiii, carta, numero, desculpe lá porque não sei com quem estou a falar" ao que sua majestade diz "claro e olha é para te dizer que tens uma queixa contra ti na PSP" e eu trás paz fiquei feita naba e ela pimba desligou o telemóvel, teve sorte, porque não me deu tempo de a tratar de p... para cima e para baixo mesmo não sabendo quem é. A vida é um azar é certo, sinto-me extremamente nas tintas pó que a gaja quer porque nunca a vi mais gorda... segundo consta também mais é impossível tira o lugar à popota em dois tempos... vai dai educadamente junta-se peças na cabeça e descobre-se quem é, e liga-se para o respectivo... que era o único contacto que se tinha... e fazemos o favor dizer ao gajo que a gaja dele tá a bater mal muito mal dos corninhos blá blá blá o gajo no inicio da conversa cheio de tesão as tantas... deve ter sido do frio... foi perdendo o seu cantar de galo. Isto tudo porque porque este galo tem 26 anos em 26 anos de vida NUNCA ligou um caralho ao pai NUNCA o pai meu conhecido por quem tenho grande carinho, respeito e amizade, infelizmente está a contar os dias para partir para o outro lado. O sr. galo descobriu isso, descobriu que... o pai que tem outro casamento e outro filho... está mais para lá do que para cá e tem uma quantia muito boa de dinheiro no banco cá e zarpa buscar o homem à França para tomar conta dele... sim sim, foi mas é para ficar com o dinheiro.... trouxe o homem para Portugal sem as mínimas condições anda com o homem para trás e para a frente... na minha opinião e na dos enfermeiros é a ver se ele morre mais depressa... armado em filho prodígio... não me fodam porque quem cagou para um pai 26 anos e de repente querer virar de bomzinho é foda e interesse é o que é. Ora eu alma, boa e caridosa que sou, que adoro o sr. J. porque ele sempre se preocupou comigo e sempre me trouxe uma lembrança da França... significa que o conheço e que temos contacto certo... fui ao hospital para o ver quando dou com a cama vazia, temi o pior é verdade mas a auxiliar disse que o filho dele exigiu que ele fosse passar o natal a casa, falei com o enfermeiro e tal... é uma desgraça eu descubro tudo naquele hospital ah ah ah... e ele disse que ele voltaria hoje ao hospital só ao fim do dia. Dei voltas e voltas e consegui arranjar o contacto do filho dele, falei com ele pareceu-me ser uma pessoa minimamente correcta, disse que o pai estava a descansar mas que depois me ligava à tarde, ok, disse-lhe o meu nome que o pai iria conhecer-me logo, eu só queria saber como ele estava e desejar-lhe um bom natal, o galo liga-me à tarde cheio de moral, eu sempre a pedir por favor para me deixar falar com o pai dele... mas fiquei com a sensação que ele deve pensar que eu alguma vez andei com o pai dele ou o caralho, mas não eu conheço e dou-me muito bem com ele porque é sobrinho do meu tio, mas esta parte não lhe disse porque ele não tem nada a ver com isso... vai dai o galo diz que se eu me aproximo do pai que me põem uma queixa da policia em cima... estou a tremer de medo... azar do caralho o meu primo ligou para ele a perguntar por alma de quem a gaja me telefona a ameçar, conversa puxa conversa e às tantas o gajo já devia estar todo cagado que até já me dava autorização para ir ver o pai ao hospital amanha... AH AH AH AH a parte engraçada é que eu não preciso da autorização dele nem do santo padre para entrar no hospital, porque entro à hora que eu quero e quando quero no hospital e nem ele nem ninguém me vai impedir disso... azar do caralho, amanha estou lá batida dentro antes da hora das visitas e rezo para encontrar este filho da puta deste galo bem como a sua popota que é para eu lhe ensinar que nem toda a gente no mundo é interesseira e frustrada como eles, que existe pessoas, seres humanos com a capacidade de compreender o sofrimento alheio e de querer e poder tentar dar um bocadinho de melhor qualidade de vida a quem a está prestes a perder em troca apenas de um sorriso da pessoa que está a sofrer. Resumindo e concluindo Deus me proteja, me dê ignorância e não me de força se não ainda lhe desfaço a tromba aos dois e isto para ser amiga que já estão no hospital. Dia após dia fico cada vez mais surpreendida como é triste existir gentinha... que não têm outro nome... tão interesseiros mesmo quando esta em jogo uma vida humana, não gosto desse tipo de pessoas ODEIO profundamente.