12 de junho de 2012

Das minhas lembranças # 1...

Ela era apenas mais uma no meio das muitas doutoras que tinha. Estava a entrar naquele serviço para fazer o seu estágio, era uma simples estagiária, mas uma bela rapariga, com um sorriso doce e um olhar calmo. Muitas foram as vezes que vi que os olhos dela estavam cheio de lágrima por ver tanto sofrimento numa enfermaria de pediatria. Com o tempo fomos trocando uns sorrisos e umas palavras, e aí eu descobri que ela era muito mais do que uma simples médica, era um ser humano com um enorme coração, sempre pronta a pegar na nossa mão ou até mesmo limpar uma lágrima no nosso rosto. É das pessoas que mais vezes me lembro, tenho tanta pena que a vida nos tenha separado por questões profissionais da parte dela e eu como doente que depois tive que ir para outro hospital. Jamais vou esquecer o dia em que ela chegou ao pé de mim com uma enorme saca e me disse "ontem vi que estavas muito triste e resolvi comprar-te uma prenda" nunca mais me esquece esse momento, o sorriso dela, a expressão tudo, lembro-me da minha reacção, de a ter abraçado e ficamos as duas a chorar. Todos os dias penso nela, onde andará? Será que está tudo bem com ela? Todos os dias peço para que esteja bem, feliz e com saúde, acredito que dia após dia continua a ajudar muitas crianças com o seu sorriso e profissionalismo tal como me ajudou a mim. Existem pessoas extremamente fascinantes, profissionais únicos, que jamais são esquecidos e ela eu jamais irei esquecer.