28 de julho de 2015

"Ponto de origem" de Patrícia D. Cornwell...


"Kay Scarpetta, médica-legista chefe da Virginia e protagonista de eleição desta senhora do thriller, regressa em mais um episódio da sua luta contra o crime. Alguém com quem tinha privado durante um certo tempo no seu passado (ver «A Quinta dos Cadáveres», Colecção «O Fio da Navalha», nº11), e que afinal se tinha revelado uma perigosa e astuta serial killer, volta a ensombrar a vida da médica-legista. Agora internada numa instituição psiquiátrica, e passados cinco anos, Carrie envia uma mensagem críptica, cujo ameaçador significado a investigadora e o companheiro, Bentley, captam plenamente. Patricia D. Cornwell atinge o seu melhor no tratamento do factor complexidade das personagens e na mestria com que entrelaça o enredo policial com as histórias pessoais. Uma série de estranhos crimes mascarados por fogos postos revelar-se-á como um cerco tenebroso que se aperta em torno de Scarpetta e daqueles que ela mais ama, culminando tragicamente num dos acontecimentos mais dolorosos da sua vida. A qualidade muito própria da escrita de Cornwell invade de forma empolgante toda a narrativa, criando situações cheias de vivacidade que resultam fortemente apelativas para o leitor. «Ponto de Origem» reconfirma uma escritora já mundialmente consagrada, dando-nos a medida da sua capacidade de transcender os limites do género e criar um retrato genial do lado mais obscuro da natureza humana."


Finalmente acabei de ler o livro, gostei mas não foi nada por aí além.
Na minha opinião o livro "embrulha" muito a história e depois assim de repente acaba, daí eu ter demorado mais tempo a ler.