7 de outubro de 2015

Qual é o problema mesmo???

Eu sou daquelas pessoas que não tem um tipo de leitura definido, gosto de ler qualquer coisa.
Quando saiu o livro "Os médicos da morte" de Philippe Aziz, disse logo que queria ler, porque tinha alguma curiosidade, mas começaram logo "ah não devias, não agora que estas na situação que estas", "é um livro muito pesado para o momento que estas a passar"... a sério????? Brincais, pois claro não vejo outra interpretação possível. 
É pesado??? É sim senhora tem, tem 845 páginas.
É um tema forte??? Sim é, e daí.
Oh deus deixe-me ler o que eu quero, como quero e quando quero, que mania que as pessoas tem de se meter onde não devem, até no que devo ou não ler se metem, arre...