28 de outubro de 2016

Deve de ser karma só pode...

Os meus pais não acreditam nessas coisas e eu para ser sincera nem sei, tem dias que acredito e outros não.
Mas a verdade é que são muitas vezes fico a pensar no caso e quando quero "irritar" digamos assim a minha mãe começo logo "é impossível eu devo ter sido uma grande filha da mãe em outra vida só pode não existe outra justificação" e a minha mãe começa logo "que outra vida, isso não existe, não digas asneiras".
Ontem cheguei a casa e vinha possuída.
Saí do tratamento e mal me segurava em pé, tive um tempão à espera do outro senhor e como se não bastasse apanhei um bombeiro que começando a falar o homem não se cala um segundo.
A verdade é que eu só dizia "hmmm, pois"... mal conseguia falar... mas já estava tão saturada mas tão saturada de ouvir o homem que até comecei a suar e estava a ver que ia ficar ali estendida na sala de espera.
Sou incapaz de mandar calar alguém.
Acontece que depois cheguei a casa com os meus calores, respirei fundo e disse "isto é karma, só pode, eu devo ter sido uma cabra em outra vida, não me seguro de pé, estou tão cansada e ainda tive que aturar um bombeiro que me falou de tudo e mais alguma coisa,  antes de ir telefonou a A. a dizer que se separou do fulano e para eu ver se o via para o vigiar, pelo amor da santa eu mereço, só pode, era só o que me havia de faltar, eu é casa, hospital e clínica não vou a mais lado nenhum praticamente e agora querem que sirva de espia, vê só se pode".
A minha mãe estava muito séria a olhar para mim e disse "realmente, as tantas essa coisa do karma existe mesmo".
Dito isto da boca da minha mãe, já não tenho mais nada a acrescentar.