10 de maio de 2011

Estou que nem posso...



... tanta preguiça, tanto cansaço e tanto sono... ninguém merece, ninguém.