20 de setembro de 2011

Um dia... vai ser dia...

... de eu me passar fortemente com os meus pais, arre parece que acordam com um microfone enfiado na boca, devem ter o botãozinho do volume baixo estragado só pode, depois dizem que eu é que estou sempre a implicar que não estão a falar alto imaginem se estivessem o que seria de mim. Aiiiiiii que tem dias que me apetece apertar-lhes o pescoço mas depois penso que não posso nem devo fazer tal coisa porque são os meus pais... respira fundo Mary bem bem bem fundo e passa à frente!