30 de maio de 2013

Coisas confusas...

Já vos disse que uns dos meus segredos é escrever sem sentido, escrever por escrever numa espécie de desabafo e depois rasgar. Mas estes dias... ontem... escrevi algo que li umas três vezes e resolvi passar para aqui antes de rasgar. São momentos confusos, este é um assunto que me divide sinceramente, aqui vai ele.

Muito se tem falado da adopção de crianças por casais do mesmo sexo, pois bem este é um tema que me divide, mas divide a sério, parece que fico no meio da linha completamente dividida. Bem sei que é preferível uma criança ter um lar e amor, mesmo que sejam com pais do mesmo sexo, não à nada que pague ter uma família e amor isso é verdade, consigo ver bem este ponto de vista e pensar que é o ideal, mas depois vem a outra parte, o quanto aquela criança irá sofrer quando andar na escola, o quanto será vitima da maldade das outras crianças e até de adultos, o quanto isso poderá influenciar o seu dia a dia e até mesmo o seu futuro. É confuso para caramba estas coisas, como se isso não bastasse eu ainda tenho o defeito de querer sempre colocar-me nos dois lados das situações de forma a tentar entender uma e outra parte. É lixado, parece que fico dividida, mas a verdade é que compreendo os dois pontos de vista a sério que sim e sei que ambos tem vantagens e desvantagens, a sério que sei, mas é isto que me confunde e que faz com que eu não tenha uma opinião única e delineada sobre o tema, deixando-me assim dividida.