11 de janeiro de 2016

Adoro...

Pessoas com excesso de moral, por acaso adoro mesmo.