11 de novembro de 2016

Ai Deus da-me paciência porque se me deres força ainda a mato...

Estes dias aqui fechada no hospital, apesar da minha excessiva calma, começam a enervar-me lentamente.
Como sempre e em todos os lugares vemos coisas que nos desagradam.
O que mais me têm desagrado e que sinceramente me começa a enervar imenso é a forma como uma auxiliar trata as pessoas mais velhinhas, principalmente as que estão sempre na cama.
Antes de ontem já tinha apreciado umas cenas deprimentes mas esta noite deu-me uma volta ao estômago mesmo ao ver como falava e tratava as senhoras idosas.
Além de só dizer merda, que é a palavra certa, goza com as senhoras e depois ri-se, o problema é que cada vez que olha para mim e se ri como se estivesse a querer ver se eu concordo com ela, o que na realidade faço é por a minha pior cara, abano a cabeça em forma negativa e muitas vezes ainda digo "sincramente", mas o que eu tinha mesmo  mesmo, vontade de fazer era ir fazer queixa dela, só que infelizmente nunca fiz queixa de ninguém nem tenho coragem.
Mas que a senhora me mete impressão e nojo isso é verdade não era de todo mau que quando ela for mais velha alguém a trata-se de igual modo.
Para mim tratar idosos mal é um crime mas quando eles precisam de  ajuda a nível de saúde é horrível.