7 de novembro de 2016

"Capitães da areia" de Jorge Amado...


"Capitães da Areia é o livro de Jorge Amado mais vendido no mundo inteiro. Publicado em 1937, teve a sua primeira edição apreendida e queimada em praça pública pelas autoridades do Estado Novo. Em 1944 conheceu nova edição e, desde então, sucederam-se as edições nacionais e estrangeira, e as adaptações para a rádio, televisão e cinema. Jorge Amado descreve, em páginas carregadas de grande beleza e dramatismo, a vida dos meninos abandonados nas ruas de São Salvador da Bahia, conhecidos por Capitães da Areia."

Bem, já tinha ouvido falar deste livro, mas ler só agora é que tive a oportunidade.
É uma história um pouco triste, mas mesmo assim vale bem a pena.
O meu sobrinho falou qualquer coisa de irem dar este livro na disciplina de Português, e sinceramente acho que era muito interessante que isso acontecesse, primeiro porque ensina muito, segundo porque estão a entrar na idade da parvalheira e pode ser que a história "toque" em alguns neurônios meios atrofiados.
Houve ali momentos na leitura que me fizeram pensar mais profundamente.
Se existe coisa que mexe muito comigo são as crianças de rua, se já os adultos me deixam triste, não fazem ideia como fico quando vejo uma criança.
Gostei muito desta leitura, apesar de ter a escrita meia Brasileira o que fez com que demorasse um bocadinho mais a ler.
Nota positiva para este livro o primeiro de Jorge Amado que leio... agora sim entendo o alarido à volta do famoso Jorge Amado.