25 de março de 2011

Sinto-me...


Tão confusa...
São poucas as pessoas que tem influência em mim.
Mais ou menos bem sempre consegui lidar com situações constrangedoras, momentos divertidos demais onde desato à gargalhada e fica toda a gente a olhar porque eu simplesmente começo a chorar de tanto divertimento.
Enfim… um milhão de situações possíveis, bem ou mal costumo conseguir desenrascar-me da situação.
Ontem ao deparar-me com uma pessoa que já vos falei aqui no blogue… o P. para ser mais fácil a compreensão do post… tive uma sensação estranha, medo, fiquei completamente gelada, quase transparente... sim porque eu já sou branquinha como tudo... e a ligeira sensação que ia tombar a qualquer minuto.
Depois do primeiro impacto, o que mais me deixou pensativa… e ainda agora deixa… foi com a sensação de aperto no coração com que fiquei, detesto esse tipo de sensação, pois deixa-me bastante em baixo, posso até mesmo dizer que me sinto esquisita e deprimida.
Porque???
Estou cheia de perguntar isso a mim mesma.
Tem momentos que eu o odeio profundamente, outros em que me é completamente indiferente e ainda existe aquele momentos em que fico a relembrar os vários momentos que passamos juntos e muitas vezes dão uma certa saudade.
Eu odeio sentir-me assim.
Revolto-me contra mim mesma, por ter momentos assim na minha vida.
Enfim, está confusão toda desgasta-me tanto mas tanto e juntando a tudo isto todos os problemas que tenho na vida neste momento está mistura só da vontade de desaparecer do mapa.