3 de janeiro de 2014

Resumindo 2013...

* Foi um ano chato, aborrecido.
* Tornei-me uma lamechas do pior, qualquer coisa faz-me chorar.
* Passei por momentos menos bons a nível de saúde, as operações para a substituição das 3 válvulas do coração foi tudo menos coisa boa, no início na consulta antes da operação ficou combinado substituir as 3 mas não sei bem o que se passou lá que só substituíram 2 e depois lá tive que ser novamente operada para substituir a terceira e como se não bastasse optaram por colocar o pacemaker, coisa que não fazia de modo algum parte dos planos e nunca me tinha passado sequer pela cabecinha tal coisa, mesmo assim "adotei" o pacemaker e até lhe pus o nome de Norberto júnior looolol o meu pequenino ;)  
* Fiquei com muitas lembranças desses momentos menos bons.
* Conheci pessoas fantásticas mas como tudo na vida também conheci uns ricos trastes.
Pela primeira vez na vida em 17 anos... desde que tenho alguns problemas de saúde, porque eu já tenho os 17 mais 11 que dá um rico numero pesadinho... fiz um pranto de baba e ranho na véspera da operação quando me despedi dos meus pais, estava confiante que tudo fosse correr bem, mas alguma coisa dentro de mim fez-me perder o control e pronto foi um mar de choro e medo tudo misturado. Passei uma noite inteira a chorar mas de manha a minha mãe ainda consegui ir comigo até à porta do bloco, até aí consegui ser forte mas assim que a porta se fechou e uma enfermeira falou comigo as lágrimas caíram e acabou-se a menina forte.
* Tornei-me uma pessoa mais calma e mais tolerante, não me perguntem como porque nem eu mesma sei.
* Consigo controlar-me mais quando as pessoas me começam a tirar do sério... como me ensinaram no hospital "menina cheire a flor" inspire e prolongue a expiração, é o que eu faço agora quando me começam a chatear muito.
* Consegui perder 9.500kg entre 25 de Julho e 31 de Dezembro... muito esforço e muita fé se assim lhe posso chamar.
* Continuo a ter pessoas muito queridas que me ajudam quando mais preciso.
* Apanhei uma gripe infernal no Natal... era tudo o que não precisava, agora ando para aqui a tossir e cheia de dores que sei lá as vezes nem sei o que me apetecia fazer... acabar o ano assim devia ser proibido. 
* Li livros fantásticos, histórias para lá de encantadoras embora algumas tenham a sua dose de sofrimento lá para o meio.
* Descobri que gosto do Roberto Carlos que as músicas dele conseguem ser terapêuticas para mim. 
* A minha relação com os meus pais ficou muito mais forte do que já era.
* O meu sobrinho/afilhado tornou-se uma pessoa ainda mais importante para mim do que aquilo que já era.
* Fiquei com muitos olhares e momentos de 2013 gravados na minha memória... ai que lá vai ela chorar.

Basicamente foi isto, de certeza que existe mais um pormenor aqui ou ali que agora não me estou a recordar.