20 de março de 2015

"A sombra do vento" de Carlos Ruiz Zafón...


"Numa manhã de 1945 um rapaz é conduzido pelo pai a um lugar misterioso, oculto no coração da cidade velha: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Aí, Daniel Sempere encontra um livro maldito que muda o rumo da sua vida e o arrasta para um labirinto de intrigas e segredos enterrados na alma obscura de Barcelona.
Juntando as técnicas do relato de intriga e suspense, o romance histórico e a comédia de costumes, "A Sombra do Vento" é sobretudo uma trágica história de amor cujo o eco se projecta através do tempo. Com uma grande força narrativa, o autor entrelaça tramas e enigmas ao modo de bonecas russas num inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros, numa intriga que se mantém até à última página."

Foi um livro muito.
Já á algum tempo que não lia uma história que me fizesse "bem"... que em fizesse sorrir, mais precisamente.
Estas coisas de histórias sobre livros as vezes fazem-nos sonhar, viver a história como se fossemos uma das personagens.
Eu já tinha uma certa curiosidade sobre Barcelona, mas agora ficou ainda maior, ficou ainda com mais vontade de lá ir um dia.
Fermín Romero de Torres, foi umas das personagens que me fez rir várias vezes... vai daí e eu ia adorar conhecer o Fermín em pessoa, caso existisse.
Leiam, é um livro e uma história, muito bons.