2 de agosto de 2017

Cansei...

E quando isso acontece, quando atinge este patamar a maior parte das vezes não controlo o que digo.
Estes dias esteve cá a minha tia, veio ver-nos diz ela... eu bem sei que não veio nada ver-nos veio foi fazer o hino da coitadinha... que o meu primo o filho do meu padrinho caiu de uma obra mas que não se aleijou em nada, que estava tudo bem.
No sábado fui enfeitar, a seguir fui as compras e cheguei a casa e o meu pai começou "não mandaste uma mensagem ao teu primo a ver como ele esta?" e eu disse "não mandei nem vou mandar" e ele continuou "ah mas devias mandar, tu quando ganhas sisma a uma pessoa és lixada" ora bem saltou-me a tampa no meio da estrada à porta de casa e disse "deves de estar a gozar com a minha cara, eu é que ganho sisma? Eu estive internada vários vezes o ano passado e este ano também,  não houve uma puta duma alma que me mandasse uma sms, muito menos ligar e tu queres que eu agora envie uma sms quando sei que não se passou nada que ele só foi ao hospital e veio embora na mesma hora, deves de estar a gozar comigo" e eu lá continuei "e eu sou prima dele e ele caga literalmente para mim, por isso também tenho esse direito e olha queres saber eu não tenho 10 anos para estares a dizer a quem eu devo ou não mandar sms, o que eu devo ou não fazer, por isso aproveita e deixa-me em paz pelas almas que eu não chateio ninguém"... mas isto em altos berros.
Primeiro o meu pai começou "deixa-me em paz?. deixa-me em paz" Não estas em paz?" e eu respondi "estou sim em paz se não me chatearem com estas coisas sem sentido, eu posso não comentar o que sinto mas o meu grande defeito é que eu não esqueço, esse é que é o problema, o grande problema, eu não esquecer."
Pronto o homem calou-se, pensei seriamente que ia ficar de trombas comigo durante uns dias mas não, sai e cheguei e todo ele era pura simpatia.
Ora com o diabo, se ninguém se interessou comigo, porque carga de água tenho agora que me interessar com suas excelências, mais nada não, já tenho problemas que chegue na minha vida e como se costuma dizer, cada um que aguante a sua cruz.