Avançar para o conteúdo principal

O ser humano esta cada vez mais ignóbil...

Sempre gostei da palavra ignóbil... por ser diferente.
Em tempos usei muitas vezes esta palavra.
Hoje venho usar novamente.
Ontem ao entrar na clínica ouvi uma espécie de gemer, pensei "pode ser algum doente novo, talvez tenha algum problema".
Quando chego à sala de espera que estava cheia de gente, sai do elevador e dou uma vista de olhos a ver se via alguém novo pois o gemido continuava, em alto e bom som, ainda estava de pé quando me apercebo que uma senhora está a gemer, com os olhos todos revirados, ou seja, estava a passar mal.
Desculpem o termo que vou usar, não houve uma puta duma alma, que pedisse auxílio para a senhora, a sala tinha mais de 10 pessoas e ninguém se deu ao trabalho de chamar uma auxiliar, um enfermeiro ou seja quem seja, ninguém chamou ninguém.
Quando me deparo com aquilo, só tive tempo de atirar os meus sacos para uma cadeira e ir a correr pedir ajuda aos enfermeiros, que levaram logo a senhora para dentro.
Como é que é possível ninguém ter feito nada?
Estavam ali todos, a senhora gemia por todos os cantos, de olhos revirados, quase a cair abaixo da cadeira e ninguém fez nada de nada.
Passei um tratamento de porcaria só a pensar naquilo.
O ser humano esta cada vez mais egoísta, mais egocêntrico, mais estúpido e mais imbecis, só querem saber deles próprios, não se dignam a prestar auxílio a quem necessita de ajuda, são incapazes de ter um gesto nobre.
Aquilo irritou-me tanto, mas tanto, que ainda hoje ando com o estômago e os neurônios as voltas.
Meus Deus, que sociedade mais deprimente, cada vez estão piores.
Onde anda o lado humano e solidário de algumas pessoas?
É triste e deprimente viver numa sociedade em que algumas pessoas só pensam nelas próprias.
É como diz o outro, "se morrer,  morreu, deixa para lá desde que não seja comigo".
É uma tristeza as pessoas serem assim... uma grande tristeza.

Mensagens populares deste blogue

Post chato como a putassa ou putaça...

... não sei, escolham a que quiserem.  Desde sábado que ando arreliada e chateada, comigo mesma e não só. Já ando à 3 semanas com muitas dores no corpo, principalmente costas e pernas, arrepios de frio, mal estar, etc, etc. Feita estúpida este sábado resolvi falar com a médica da clínica a ver se me podia ajudar. Se o arrependimento matasse tinha ficado ali esticadinha no mesmo minuto em que abri a boca. "Ah vamos aumentar o peso porque anda com as tensões muito baixas e é por causa disso" disse a médica eu ainda tentei explicar que não tinha nada a ver com as tensões uma vez que apesar de estarem baixas eu tenho me sentido bem no que diz respeito às tensões e até conseguia ir abaixo do peso 400 gramas no fim do tratamento... "não, não, não, e não vamos subir porque eu é que sou a médica e é que sei". Fiquei f.... mesmo, no seu maior esplendor apeteceu-me mandar dois berros ou até mesmo arrancar as agulhas do tratamento... mas não o fiz infelizmente por uma questão de…

Olá Setembro...

Geralmente considero como um novo início. Uma nova oportunidade. Vamos ver como vai ser a partir de hoje até ao fim do ano. Setembro querido vê só o que te peço... dá-me paz, calma, sorrisos, abracinhos bons e se por algum momento houver momentos mais tristes em que eu tenha vontade de desistir tu dá-me força, fé e coragem para seguir em frente mais uma vez. Por isso Setembro sê bem vindo!!!

Adeus Maio...