Avançar para o conteúdo principal

A verdade é que já estávamos a estranhar...

A verdade é que todos os anos em finais de Setembro eu vou abaixo a nível de saúde.
Regra geral tenho direito a internamentos e tudo.
Este ano, tenho que dizer que andava muito feliz por estar a escapar um pouco à tradição.
A verdade é que desde segunda que a minha perna direita me tem causado muitas dores, mas eu atribuo sempre a culpa ao excesso de frio.
O problema disto tudo é que eu sei que a única solução para a questão é ser operada, tal como disse a médica, "quando já não aguentar mais, já sabe o que vai acontecer".
As vezes ando com dores e alivia e eu vou andando toda contente pois vou safando-me.
O problema é que desta vez pegou-me tão forte as dores que eu estou completamente a mancar, existem momentos em que me vem as lágrimas aos olhos semelhante são as dores.
No início da tarde fui levar o meu pc para arranjar e as tantas disse ao meu pai "para um pouco que eu não consigo andar" não conseguia dar um passo, depois aos pouquinhos a arrastar-me consegui chegar ao carro com muitas dores.
O meu pai coitado olhou para mim e disse "era o que nos faltava agora, eu tenho a dizer que acho estranho ainda não teres ficado internada nesta altura, porque afinal de conta já é tradição todos os anos" e riu-se.
Que riqueza, goza amigo depois torces o pé, bates com o joelho no chão e em vez de ser só eu a mancar somos os dois, já nem ponho a minha mãe que essa é o ano inteiro a mancar.
Deus me livre neste momento é uma casa de mancos, literalmente.

Mensagens populares deste blogue

Post chato como a putassa ou putaça...

... não sei, escolham a que quiserem.  Desde sábado que ando arreliada e chateada, comigo mesma e não só. Já ando à 3 semanas com muitas dores no corpo, principalmente costas e pernas, arrepios de frio, mal estar, etc, etc. Feita estúpida este sábado resolvi falar com a médica da clínica a ver se me podia ajudar. Se o arrependimento matasse tinha ficado ali esticadinha no mesmo minuto em que abri a boca. "Ah vamos aumentar o peso porque anda com as tensões muito baixas e é por causa disso" disse a médica eu ainda tentei explicar que não tinha nada a ver com as tensões uma vez que apesar de estarem baixas eu tenho me sentido bem no que diz respeito às tensões e até conseguia ir abaixo do peso 400 gramas no fim do tratamento... "não, não, não, e não vamos subir porque eu é que sou a médica e é que sei". Fiquei f.... mesmo, no seu maior esplendor apeteceu-me mandar dois berros ou até mesmo arrancar as agulhas do tratamento... mas não o fiz infelizmente por uma questão de…

Olá Setembro...

Geralmente considero como um novo início. Uma nova oportunidade. Vamos ver como vai ser a partir de hoje até ao fim do ano. Setembro querido vê só o que te peço... dá-me paz, calma, sorrisos, abracinhos bons e se por algum momento houver momentos mais tristes em que eu tenha vontade de desistir tu dá-me força, fé e coragem para seguir em frente mais uma vez. Por isso Setembro sê bem vindo!!!

Adeus Maio...