22 de outubro de 2010

Sinto saudades

De quando tinha a minha rotina, ia para o meu trabalhinho, andava de carro, jantava com os meus pais, havia sempre aquela "guerrinha" por causa da tv da sala mas acabávamos sempre na risota.
Mas desde o dia 29/09/2010 que estou enfiada neste hospital, apesar de no sabádo ao meio da tarde me deixarem ir a casa, não deu para matar o minimo de saudades sequer.
Sei que segundo as informções médicas de dia para dia as coisas vão entrar num ciclo menos agradavel e mais doloroso.
Tenho aguentado bem as 4 horas de hemodiálise que tenho feito, coloco sempre um sorriso no rosto, tento estar sempre bem disposta, mas a verdade é que cada dia que passa sinto-me mais em baixo e mais derrotada, com vontade de chorar e pedir para disistir de tudo, mas ao mesmo tempo não tenho coragem de o fazer principalmente pelo sofrimento que vejo que os meus pais estão a passar.
Enfim os dias não tem sido lá muito fáceis, estão a tornar-se cansativos e repetitivos demais para mim.