28 de março de 2017

Eu devo ter ar de arruaceira só pode...

Eu que sempre pensei que se existe pessoa calma e pacifica... quando calha... até era eu.
Eu que nunca me meti em desacatos e confusões... detesto confusões.
Eu que sempre tive o maior ar de anjinha e de paz de alma... sim sim verdade.
No outro dia quando fui a primeira vez à farmácia do hospital levantar um remédio que já faço desde o ano passado, mas só a partir desta vez é que eu própria o fui  levantar, levei com o seguinte discurso.
"Ah não sei se lhe posso dar assim este medicamento... e eu com a receita do hospital, passada pelo médico... muito menos tamanhas doses de medicação, você já viu isto vale uma pequena fortuna no mercado negro... eu tipo oi?... ah não, vou falar com a minha diretora, espere lá".
Meia engasgada lá esperei pela mulher nisto ela vem e começa "vai levar só uma caixinha de 44 comprimidos e quando acabar volta cá e dou-lhe mais 44 comprimidos, que isto não pode ser dado assim tudo de uma vez, já viu isto no mercado negro... outra vez santa?... isto é muitíssimo caro, compreende, não compreende menina?.
Eu olhei para ela e disse "sim compreendo, só ainda não compreendi essa história do mercado negro, por acaso esta a ver-me com ar de quem anda metida nessas coisas?"
"Pelo amor de deus menina, não queria dizer isso, mas também hoje em dia nem tudo o que parece é"
O farmacêutico que estava ao lado ficou com um ar de riso a olhar para mim e eu só levantava os ombros e dizia "enfim".
Vai na volta aparece o maior sacana da zona e a desgraçada lá lhe dá os comprimidos todos de uma vez, mas pronto, sem comentários. 
Resumindo e concluindo eu devo de ter mesmo ar de arruaceira eu que sempre pensei que até tinha um ar de pura calma e levo com estas coisas assim sem mais nem menos, esta bonito, esta.