Avançar para o conteúdo principal

Sábado foi assim...

Então no sábado à noite tive um jantar, assim daqueles meio para o "pindérico" em que se tem que ir bem vestidinha, afinal iam estar várias entidades da câmara de Gaia.
Eu vou todos os anos, mas este ano a festa era em grande porque era a comemoração dos 50 anos e tinha mais ou menos 450 pessoas, como podem entender foi à grande.
No meio disto tudo vivi duas situações engraçadas.
Pois e costumo ir de tacão quando vou a estes jantares, pois claro com o vestidinho fica sempre bem, acontece que  tive que ir fazer o meu tratamento de manha, ou seja, além cansada, não aguentava as dores nos pés, se houve dia em que me doíam os pés a sério foi mesmo no sábado.
Então para não dar asneira acabei por levar umas sabrinas que tenho de festa que são exatamente da cor do casaco que levava.
E eis que vem agora as situações engraçadas.
O serviço de comida é self-service.
Estava eu na fila a aguardar a minha vez e as tantas o filho aqui de uma vizinha olha para mim de cima a baixo e de baixo a cima e diz "oh M. não gostas de tacão? Ou não usas? Ia jurar que já te tinha visto de tacão".
Pensei cá para mim "olha-me este marmanjo" e respondi "gosto sim e uso, mas hoje não consegui mesmo" ao que ele responde "hmmm e porque?" coscuvilheiro pensei eu "não consegui, porque fui ao tratamento de manha, estou cansada e com dores de pés, estão aceites as justificações?" ele começou a rir-se e disse "sim, sim".
Mais à frente fui dar uma vista de olhos na mesa das sobremesas e estava lá o presidente da câmara de Gaia e o vice-presidente.
O presidente estava com o seu pratinho cheio de fruta ao pé dele estava um bolo partido aos bocados assim com um ar divinal.
Resolvi comer um bocadinho, peguei no prato tirei e diz o presidente para mim "tem bom aspeto não tem? Será que é bom?"... aquilo era bolo de chocolate, uma espécie de pudim ou mousse e depois levava uma camada de caramelo mas com um toque salgado.
Ora digo eu "espere lá que eu provo e já lhe digo se é bom".
Como já tinha um quadradinho no meu prato, tirei uma garfada meti na boca e involuntariamente saiu-me um "hmmmm é muito bom" diz o presidente para o vice "oh P. olha afinal não vou levar só fruta olha só o ar de prazer aqui da menina a provar o bolo, oh menina já agora coloque aqui um bocadinho".
Estupor do bolo estava mesmo bom, foi o único que comi, não quis mais nada, mas uma coisa é certa como ando a cortar nos açúcares quando comi aquele míni quadradinho a minha glicemia deve ter subido de tal maneira que me deu logo os calores, mas que era bom lá isso era, até o meu irmão disse "é mesmo bom".
E pronto foi um sábado diferente e divertido.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Post chato como a putassa ou putaça...

... não sei, escolham a que quiserem.  Desde sábado que ando arreliada e chateada, comigo mesma e não só. Já ando à 3 semanas com muitas dores no corpo, principalmente costas e pernas, arrepios de frio, mal estar, etc, etc. Feita estúpida este sábado resolvi falar com a médica da clínica a ver se me podia ajudar. Se o arrependimento matasse tinha ficado ali esticadinha no mesmo minuto em que abri a boca. "Ah vamos aumentar o peso porque anda com as tensões muito baixas e é por causa disso" disse a médica eu ainda tentei explicar que não tinha nada a ver com as tensões uma vez que apesar de estarem baixas eu tenho me sentido bem no que diz respeito às tensões e até conseguia ir abaixo do peso 400 gramas no fim do tratamento... "não, não, não, e não vamos subir porque eu é que sou a médica e é que sei". Fiquei f.... mesmo, no seu maior esplendor apeteceu-me mandar dois berros ou até mesmo arrancar as agulhas do tratamento... mas não o fiz infelizmente por uma questão de…

Olá Setembro...

Geralmente considero como um novo início. Uma nova oportunidade. Vamos ver como vai ser a partir de hoje até ao fim do ano. Setembro querido vê só o que te peço... dá-me paz, calma, sorrisos, abracinhos bons e se por algum momento houver momentos mais tristes em que eu tenha vontade de desistir tu dá-me força, fé e coragem para seguir em frente mais uma vez. Por isso Setembro sê bem vindo!!!

Terapia da cor...

Comecei a entrar nesta aventura de pintar livros para adultos, ou seja, na terapia da cor já o ano passado, numa fase em que andava mais nervosa devido a um tratamento extra que andava/ando a fazer. Na altura uma enfermeira falou-me sobre isto, no início até me ri, depois pensei "porque não?". E assim foi. Inicialmente comecei com lápis de cor. Depois descobri umas canetas de gel, super brilhantes e com uns cheirinhos maravilhosos. Estes trabalhos que aqui coloquei são todos feitos com essas canetas, agora não quero outra coisa, são maravilhosas. Alias, já fiz uma nova encomenda delas, desta vez encomendei 100. Isto pode parecer uma brincadeira, mas faz-me bem, quando tenho um tempinho livre, aproveito para ir distrair a mente e fico bem mais calma e relaxada. Uma boa terapia sem dúvidas. Adoro estas coisas, perdida e achada é vê-la a pintar.