19 de janeiro de 2012

Sobre as nutricionistas...

Ao longo destes anos todos, só precisei de nutricionista no inicio da doença, uma vez que desconhecia completamente o tipo de alimentação que tinha que ter, tinha 10 anos quando fui à minha primeira consulta com a Drª. P. adorável e super simpática, explicou-me tudo... a mim e à minha mãe... passados tempos fiz o 1º transplante de urgência... ou isso ou morria... e como eu seguia a dieta que ela mandava à risca, quando fiz o transplante passa-se a poder comer de tudo e pronto foi um desastre... depois a medicação também ajuda a ter muita fome... engordei como tudo, cheguei a pesar quase 80 kg, mas não fui à nutricionista para emagrecer... mesmo apesar de gostar muito dela... tanto a minha doutora me chateou, que eu comecei a emagrecer, enfiei aquilo na cabeça e pronto já estava a dar para o torto porque já estava a emagrecer demais, estava super magra muita gente incluindo a doutora estava a associar mais um novo problema como tal lá internou-me lá veio a drª. P. conversar comigo e a dar-me um plano alimentar para engordar, incluindo uns sumos e espécie de adoçantes que supostamente eram caríssimos e vinham de fora e que deveria tomar ou entraria numa espécie de anorexia, certo é que tive que estar uma semana no hospital a enfardar com isso tudo, mas quando vim embora, sempre que estava sozinha despejava o conteúdo e colocava a embalagem para verem que tinha bebido isso e os açúcar deitava fora a dosagem que tinha que tomar, até que voltei a ver a doutora e ela apanhou-me em cheio nas analises... burra como é que eu não me lembrei disso na altura... e pimba lá fiquei de castigo no hospital. Foi assim durante algum tempo, depois fiz o 2º transplante como já tinha a aprendizagem do 1º no segundo só engordei 5 kg, diziam que era normal por causa da medicação e só Deus sabe a fome que passava as vezes. Em 2010 quando tive a grande recaída e quando sai do hospital pesava 60 kg e quando saia do 0tratamento mal me segurava de pé. Pois bem, lá veio a nutricionista da clínica... não gosto dela, não sei bem porque, mas não gosto... veio dar-me aquela dieta estúpida que eu uma vez fiz um post, mas eu como sou burra velha nisto dobrei o papel e pus na agenda e como o que eu quero, quando quero, na dosagem que eu quero, resumindo como de tudo, quando deveria ter uma dieta muito restrita... como de tudo com moderação e consciência, tão simples quanto isso, e graças a Deus tenho umas analises muito bem, tirando a anemia que isso já é costume na minha pessoa. Como podem ver não ligo um carago a esta nutricionista, irrita-me de tanta puta de mania que ela tem e da forma como nos trata como se fossemos maluquinhos ou coisa e tal, peguei-me uma vez com ela a sério no meio do tratamento e desde então sossegou-se. Antes da recaida de Setembro de 2010 comecei a engordar e quando fiquei no hospital com o excesso de medicações e por aí fora engordei ainda mais. Agora a drª esta em casa com licença de maternidade, quero tentar emagrecer dia após dia, quero que quando ela voltar este facto a cale de uma vez e ao contrario do que ela disse, eu consigo sim emagrecer... alias já vos disse isso no post anterior... porque basta querer e como diz o outro "querer é poder" e mais tenho emagrecido sem qualquer tipo de desporto, apenas cortando na alimentação, mas vou ver se começo a caminhar ou a subir degraus se bem que o meu coração não está lá grande coisa e ainda me dá um bafo ao fazer o mínimo esforço, a ver vamos aos pouquinhos, mas que eu vou conseguir, lá isso vou, é uma promessa ;) lolol.