28 de abril de 2017

Maryzinha a paciência em pessoa...

Ou não...

* Estou no parque, vejo um carro a sair, encosto dou o pisca e para um crente ao meu lado e diz "desculpe vai querer estacionar o carro no lugar do que vai sair?"... devo ter revirado os olhos com certeza "oh senhor então se o carro esta a sair e eu estou aqui encostada a dar pisca para que mais haveria de ser a não ser estacionar, não tem nada que enganar" digo eu... "ahh desculpe"... aii paciência de um raio.
* Fila do supermercado, chega uma senhora à minha beira e diz "ah esta na fila para pagar não esta?"... ah ah ah pelas almas penso eu... "claro minha senhora ou acha que eu sou maluquinha e como não tenho que fazer resolvi vir para a fila do supermercado fazer tempo"... nem com o carrinho do supermercado cheio à frente.
* Estou a sair da ponte Infante Dom Henrique, na subida em direção ao Jardim de São Lázaro quero virar à direita vou na faixa da direita, vai na volta um camião com uns quanto fulanos das obras vai feito chico esperto na faixa esquerda e as tantas resolve enfiar-se na faixa da direita sem pisca sem nada, se eu fosse distraída tinha sido uma grande merda, essa é que é essa, mas o que mais me revoltou foi o ar de mania do gajo, pois em bom Português diga-se que fiquei f..... No semáforo seguinte ficamos lado a lado e eu abri o vidro e fiz questão de lhe perguntar onde é que tanta inteligência junta tinha tirado a carta, se não tinha aprendido a andar na estrada como uma pessoa decente sem por em risco a vida dos outros, se por acaso se sentia mais macho por ter feito tal proeza... ficou todo "encaralhado" e vermelho e os outros dois ao lado dele a rirem-se... cada idiota na estrada com a mania de que são muito machos.
* Se por acaso eu cedo a passagem a alguém e quem esta atras de mim reclama e se põem com as mãos no ar, pode ficar descansado que é da maneira que vou deixar entrar à minha frente, tudo e todos... eu sou assim muito bondosa quando me irritam.
* Estes dias estava no supermercado a comprar cogumelos daqueles frescos brancos e diz-me uma senhora "vai levar cogumelos para cozinhar"... eh eh eh para que mais havia de ser minha santa??? pensei eu... "olhe diga-me lá como os vai cozinhar que é para eu levar e fazer igual" lá dei a receita por alto e pedi licença... queres ver que além de cara de caixa de multibanco agora também tenho cara de livro de receitas... ai Deus que paciência.
* Costumava ir a uma padaria beber sempre café ao fim de almoço e o senhor dizia "ora aqui esta menina o seu cafézinho curto como eu sei que gosta" confesso que não fui capaz de abrir a boca perante tamanha amabilidade só que o problema é que eu gosto do café cheio, comprido, como lhe queiram chamar, não sei onde é que aquela alma foi tirar a ideia de que eu bebia o café curto.
*Coisa que eu mais detesto é estar na caixa do supermercado a minha mãe a meter as compras no saco e sempre a dizer "ah para que vais levar isto? E isto é para que? Ahh não tens disto em casa", "Não percebo para que é que precisas disto"... eh pá dá-me logo vontade de me passar da cabeça... estes dias a rapariga da caixa até é uma moça conhecida e estava a rir-se e eu disse "queres comprar?" e ela "ahh eu tenho uma igual em casa" e diz a minha mãe "ah eu e a tua mãe fomos colegas de escola"... viu-se logo que têm a mesma escola.
* Isto tudo com a companhia da minha mãe ao lado que fica muito séria a olhar e só sabe dizer "oh rapariga não te enerves"...  e lá começo eu "Calma e paciência são o meu nome do meio" e diz a minha mãe "não entendo o que queres dizer com isso"... a sério???
Como podeis ver paciência e respirar fundo várias vezes são a minha grande vocação, já para não falar no revirar os olhos que já deve de ser um hábito.