19 de abril de 2017

Quem diz que a vida é fácil esta muito engando...

Esta mais do que provado que esta coisa da idade e os tratamentos estão a dar cabo de mim.
Digam o que digam tratamento após tratamento estou a sentir que cada vez saiu pior.
Mal me seguro de pé.
Tenho dores em todo o corpo, falta de força, dores de cabeça e um cansaço esquisito.
Ando dopadinha por completo, nem sei como me seguro de pé e muito menos como consigo ter os olhos abertos.
"Tem de ser isso não custa assim tanto".
"Pensa que não é assim tão mau"... falar sem experiência é muito fácil, eu queria ver essas pessoas só a fazer um tratamento, quanto mais anos e anos 4 vezes por semana, letrinha à muita é o que é.
"Ah pelo menos existe essa opção"... pois existe mas se não for não vivo tão simples quanto isso, tenho a minha vida dependente de uma máquina, é um incentivo para viver do caraças sem dúvida.
Quando começas a ver os teus colegas de tratamento ainda novos a morrer começas a pensar no que não deves.
Jamais pensei alguma vez na vida andar neste estado aos 31 anos.
Estou a menos de 15 dias de fazer anos e não existe ponta de entusiamo em lado nenhum, em outros anos andaria entusiasmada e contente mas este ano a única coisa que eu realmente quero é mesmo paz e sossego... acho que ainda estou traumatizada por causa da pascoa que foi cá em casa e pensar em outro ajuntamento do gênero faz com que fique ainda mais deprimida.
Menos mal que hoje é dia de folga e não faço sequer a minima intenção de sair de casa.  
Não me seguro de pé, vou deitar-me mais um bocado.