16 de maio de 2017

Se algum dia imaginei tal coisa...

Jamais em tempo algum imaginei ter um telemóvel assim, riscadinho aqui, ali e acolá.
Ah e tem capa atrás.
O raio do telemóvel volta  meia cai, lógico que é sem querer, o que me interessa é que continue a trabalhar assim bem.
Em outros tempos com certeza isto já seria pretexto mais do que suficiente para trocar de telemóvel, agora nem pensar nisso.
Primeiro porque não me convém gastar dinheiro num, segundo porque ainda trabalha e terceiro não estou a ver de maneira nenhuma qual seria o telemóvel ideal para substituir este e quarto não me apetece trocar.
Como podem ver estou a entrar na era da malandrice completa.
Querido telemóvel dura mais uns anitos se faz favor que é para eu não dar cabo da carteira e do neurônio a pensar nesse assunto.