21 de março de 2018

Tem dias...

... em que acordo mais cansada do que quando me deito.
Nos dias a seguir aos tratamentos parece que andou um camião em cima de mim então à quarta-feira nem se fala, com segunda e terça seguidos de tratamento as quartas de manha são um inferno para mim.
Cada vez que olho ao espelho ainda fico mais deprimida, estou branca como cal, olheiras enormes, ar de quem andou na farra até as quinhentas, se pelo menos isso fosse verdade era como o outros era sinal de que andava bem, mas não, nem sei o que é andar na noitada, no divertimento,  durmo mal toda a noite só tenho pesadelos, coisas esquisitas, sem sentido, nem sei explicar.
O que eu sei explicar é que quando me levanto parece que tenho o mundo todo a cair-me em cima tão grande é o cansaço.
Eu só queria dormir em paz e sossegada, sou daquelas pessoas que se conseguir dormir mais ou menos bem, ando na boa, agora se dormir mal como tem acontecido, Deus me livre mal me seguro, embora ande na mesma e faça o que tenha que fazer, mas bem mais em baixo e desanimada, sem qualquer dúvida.