7 de junho de 2011

O jogo da verdade de Sveva Casati Modignani...

Gostei como sempre, aliás já referi aqui que é uma das minhas escritoras preferidas, daí ler bastantes livros dela, realtivamente a este livro que foi o que acabei de ler, gostei, mas estava tão embalada na história que quando chegou ao fim fiquei triste por ter acabado assim sem mais nem menos, queria mais, bem mais. Entretanto já comecei a ler outro livro dela, desta vez estou a ler "Qualquer coisa de bom", vamos lá ver, depois faço um post à cerca desse livro, fica prometido.




"Roberta é uma jovem livreira em plena crise existencial e conjugal - Oscar, o marido, com quem casou contra a opinião de toda a gente, revela-se incapaz de responder às suas necessidades e de assumir as responsabilidades de uma família.Uma dolorosa reflexão leva Roberta a percorrer o passado e a descobrir as raízes do seu mal-estar, que remontam à infância, passada no meio dos afetos envolventes da família paterna, onde a mãe, Malvina, brilhava pela ausência. Feminista convicta no período turbulento de 68, Malvina escolhera viver de acordo com os seus princípios e confia a filha ao companheiro. Desta situação vão nascer, ao longo do tempo, dramas, mal-entendidos, conflitos mal resolvidos e também segredos há muito guardados. E é apenas ao dissipar estas sombras que Roberta vai conseguir superar a crise e reconciliar-se consigo mesma.Uma história de ligações profundas e paixões intensas em que Sveva Casati Modignani, através do confronto entre duas gerações de mulheres, nos conta como éramos antes e como somos agora."