14 de novembro de 2011

Berra filha berra prai...

A minha cunhada tem milhentos defeitos como todos nós, mas tem um que me enerva... um não mais do que um, vá... vou falar em particular da tendência que a rapariga tem para andar sempre a berrar, enerva-me profundamente, aquele berro todo refinado, ainda não percebi ao fim de 13 anos se quando lhe dá para berrar com o miúdo ou com o cão ou com qualquer uma outra coisa se lhe dá tipo choque nos neurónios para disparar os seus "belos" berros, por exemplo neste preciso instante está aos berros com o cão, mas preve-se... e eu não sou bruxa nem para lá caminho... que daqui a minutos vais estar aos berros com o miúdo e a maior parte das vezes por merdices de nada. Eu cá não me meto na vida deles, mas que me dá a real azia quando a moça berra lá isso dá, parece que vive sozinha no mundo esquece-se que tem pessoal a viver no andar de cima e que tem que a ouvir toda histérica e singela aos berros... pelas almas não se aguenta ás vezes até tenho vontade de lhe ir apertar o pescoço a ver se ela se cala... arre que a mulher enerva um santo neste caso uma santa, eu lol.