Avançar para o conteúdo principal

A minha mãe é pior do que a tua #4...

Ontem como estava bom tempo de tarde decidi ir caminhar um pouco.
Fomos ver um moinho que andam a reconstruir aqui perto num monte.
Depois continuamos caminho, a minha mãe queria ir a casa da irmã, eu disse que já não aguentava mais e que vinha era para trás.
Ela foi à frente e fomos lá por uns atalhos no meio do monte que ela conhece.
As tanta começa a ouvir-se um barulho tipo de arrastar no meio do mato e só oiço a minha mãe a falar num sussurro "oh meu deus Mary uma cobra enorme assim grossa ai Jesus" e nisto desata a correr... ah ah ah só visto, deu-me uma vontade de rir a mim e ao meu pai.
É certo que ouvi o barulho sim e pensei que andava ali alguma coisa, mas não vi, mas ela deve ter visto que ela anda meia manca de uma perna mas o medo deve ter sido tanto que até começou a correr e fiquei eu e o meu pai à gargalhada.
Caminhamos e eu já estava a mandar vir e o meu pai só dizia "as tantas não tem saida vamos ter que voltar outra vez para trás" e eu só dizia "isto tudo ah não eu não aguento mais".
Bem quase a chegar ao fim do caminhos deparamo-nos com um bocado de caminho todo em lama.
Deus me livre comecei logo a mandar vir a dizer "mas quem nos manda a nós vir atrás dela".
Escusado será dizer que ficamos com as sapatilhas e as calças cheias de lama, uma verdadeira obra de arte.
Mas pronto valeu o mais não seja pelo cagaço que a minha mãe apanhou.
Ah ah ah cada vez que me lembro até me dá vontade de rir, que postal.

Mensagens populares deste blogue

Post chato como a putassa ou putaça...

... não sei, escolham a que quiserem.  Desde sábado que ando arreliada e chateada, comigo mesma e não só. Já ando à 3 semanas com muitas dores no corpo, principalmente costas e pernas, arrepios de frio, mal estar, etc, etc. Feita estúpida este sábado resolvi falar com a médica da clínica a ver se me podia ajudar. Se o arrependimento matasse tinha ficado ali esticadinha no mesmo minuto em que abri a boca. "Ah vamos aumentar o peso porque anda com as tensões muito baixas e é por causa disso" disse a médica eu ainda tentei explicar que não tinha nada a ver com as tensões uma vez que apesar de estarem baixas eu tenho me sentido bem no que diz respeito às tensões e até conseguia ir abaixo do peso 400 gramas no fim do tratamento... "não, não, não, e não vamos subir porque eu é que sou a médica e é que sei". Fiquei f.... mesmo, no seu maior esplendor apeteceu-me mandar dois berros ou até mesmo arrancar as agulhas do tratamento... mas não o fiz infelizmente por uma questão de…

Olá Setembro...

Geralmente considero como um novo início. Uma nova oportunidade. Vamos ver como vai ser a partir de hoje até ao fim do ano. Setembro querido vê só o que te peço... dá-me paz, calma, sorrisos, abracinhos bons e se por algum momento houver momentos mais tristes em que eu tenha vontade de desistir tu dá-me força, fé e coragem para seguir em frente mais uma vez. Por isso Setembro sê bem vindo!!!

Adeus Maio...