22 de abril de 2018

Sobre esta semana...

Esta semana foi intensa, cansativa.
Tive várias consultas e exames e acabei por receber uma notícia desagradável, vou ter que ser operada novamente.
Não estava a contar e isso mexeu bastante comigo.
Estou tão cansada desta porcaria.
Já andava a dormir mal, por causa de dores musculares mas desde quarta tem sido cada vez pior.
Na sexta-feira fui a um funeral, coisa que evito ao máximo.
Morreu o irmão do meu tio, o que esta casado com a irmã do meu pai.
Como não moramos perto rareamento nos vemos.
E esse meu tio veio sozinho ao funeral, tem a mulher e três filhos e mais ninguém veio a não ser ele.
Acabamos por ir por uma questão de respeito.
O pior foi quando cheguei ao pé dele no cemitério, ele agarrou-se a mim a chorar entre soluços como uma criança, com uma dor e uma magoa que eu jamais imaginei que pudesse sentir.
Escusado será dizer que aquilo mexeu comigo e comecei a chorar, aquela dor, aquele abraço, aqueles soluços, tudo aquilo foi demais para mim.
É nestas situações quando eu não consigo controlar a minha vontade de chorar que me sinto mais fraca psicologicamente.
Depois à noite quando me deite foi igual voltei a chorar e cheguei à conclusão que todas aquelas lágrimas além do que tinha vivido de tarde eram de desespero e impotência por ter que ser novamente operada.
Fiz uma figuraça em frente ao médico, demonstrei ser forte e que isso não me abalava minimamente, mas tudo mentira, só Deus sabe o que passei, e na sexta-feira depois de tudo acho que mesmo momentaneamente o meu mundo desabou.
Hoje estou bem melhor, mentalizada do que tem de ser é certo, mas também não quero que a minha ultima semana com 32 anos seja de dor ou de sofrimento, quero ficar com boas recordações dos últimos dias dos 32, que foram enorme.
Bem agora vou caminhar um pouco para aproveitar o bom tempo, estou a precisar de espairecer.